Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Pesquisar

 


Automóvel ou autocarro?!

Terça-feira, 10.10.17

rodoviária nacional.jpg

Camionete da carreira, outros tempos

 

Nos últimos dias, devido a uma série de peripécias, tenho utilizado os transportes públicos. Durante muitos anos, fui utilizadora regular. Logo aos 14, comecei a ir de autocarro para a escola. Na faculdade, inicialmente, ia de comboio e mais tarde de autocarro.  E nos primeiros anos como trabalhadora também me deslocava de autocarro. Depois aburguesei-me e passei a andar maioritariamente de carro. Conduzir todos os dias para o emprego é um acto muito isolado. Deslocar-me de transportes públicos têm imensas vantagens. Posso pôr as leituras em dia, por exemplo. Posso observar as pessoas e ver como elas ocupam o tempo. Antigamente via-se mais pessoas a ler um livro ou a ler o jornal ou simplesmente a observar como eu. Quando estava na faculdade até costumava estudar no autocarro. Hoje em dia contam-se pelos dedos de 1 mão as pessoas que lêem livros ou jornais em papel. Os smartphones dominam completamente a "paisagem". Outra coisa que mudou foi o aspecto dos meios de transporte. As carruagens dos comboios e do metropolitano estão mais agradáveis e bonitas. Uma coisa que se mantém é o não cumprimento de horários pelo menos na empresa que serve a (pequena) cidade onde vivo. Aliás, costuma-se dizer que os horários só existem para confirmar o atraso. 

Concluindo, gostei de voltar a andar de transportes públicos e, se fosse mais barato, até andava mais vezes. Claro que para quem tem um título de viagem mensal ou que compre conjuntos de viagens deve sair mais em conta mas para uma viagem isolada não é muito barato. Por exemplo, para eu ir de casa para o trabalho, uma viagem de pouco mais de 10 km em que a maior parte do percurso é uma recta, gasto € 2,25. Acho um bocadinho caro. Devia-se investir mais nos transportes públicos. Utilizar mais os transportes públicos em detrimento do transporte próprio é sinal de evolução.

E desse lado utilizam mais o carro ou outro meio de transporte nas vossas deslocações diárias?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 06:44

3 comentários

De David Marinho a 10.10.2017 às 10:27

Desde os 12 que ando de transportes diariamente, já lá vão 15 anos. Oscilou entre 40€ a 160€, agora anda pelos 135€/mês mas porque a ponte assim o obriga. Vale muito mais o transporte público mas quem procura comodidade prefere o carro, é normal.

De Charneca em flor a 10.10.2017 às 13:13

Comecei a vir para o trabalho de carro quando os meus horários mudaram e não se adequavam ao horário dos transportes. Mas tenho sempre o problema do estacionamento. No sítio onde trabalho o estacionamento é escasso. Tive que optar por uma avença mensal de € 20,80 num parque da autarquia.

De naomedeemouvidos a 12.10.2017 às 11:18

Das vantagens que destacas, partilho a "observação". O acto de "observar" o outro ensina-nos muito e, como tal, enriquece-nos.
Mas, actualmente, a minha relação com os transportes público resume-se aos tempos de férias fora do país. Aqui, não me importaria de usar mais, mas, das últimas vezes, a juntar a várias desvantagens (horários, atrasos, preços), aponto a enorme sujidade de alguns...já tive que me levantar de um salto porque uma barata (sim!, uma barata!), se passeava pelo meu braço. E, não, não foi em nenhum sítio "esquisito"... a falta de civismo das pessoas não escolhe estatutos sociais, seja lá o que isso for...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Comentários recentes