Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728




Pesquisar

 


Irritações #3

Segunda-feira, 06.02.17

Acabei de sair da minha noite de serviço. Não é um trabalho fácil mas é imprescindível. Se a população precisa, as farmácias devem estar disponíveis. Agora é preciso ver que atrás do vidro está uma pessoa que podia estar em casa a dormir confortavelmente mas está ali, disponível para ajudar. Não é uma máquina. Esta introdução serve para relatar o que me irritou esta noite (também acontece nos atendimentos diurnos mas à noite devo estar mais susceptível):

Passava das 5 da manhã e tocam à campainha. Estou acordada a ler e não levo muito tempo a atender. Mesmo durante a noite de serviço, esforço-me para saudar e cumprimentar as pessoas com a mesma simpatia com que o faço durante o dia. Entra uma senhora na casa dos 40/50. Digo "Boa noite", do outro lado silêncio absoluto. Estende-me a receita continuando a não dizer palavra. Pergunto se quer NIF na factura, estende-me o cartão do cidadão sempre em silêncio. Começo-me a interrogar: "Se calhar é muda". Digo o valor e a personagem dá-me o dinheiro. Finalmente antes de sair digna-se a falar (não era muda). "Boa noite e obrigada". Vá lá, redimiu-se no fim. 

É verdade que é o meu trabalho e que sou paga para o desempenhar da melhor maneira possível mas é assim tão difícil ser simpática para quem a atende?! 

Que tipo de sociedade estamos a construir?!

 

P.S. - Felizmente atendi uma senhora mais velha que até me pediu desculpa por incomodar. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 08:30

8 comentários

De Chic'Ana a 06.02.2017 às 08:54

Efetivamente estamos a viver uma sociedade com uma crise de valores tremenda...
Beijinhos

De Charneca em flor a 06.02.2017 às 09:42


Este serviço foi fértil em histórias para contar aqui. Amanhã conto outra.

De m-M a 06.02.2017 às 12:40

Vai-se a ver e ra da família da "minha parva do metro" :/

De Mula a 06.02.2017 às 13:28

Vamos acreditar que a senhora estava só muuuuuuuuuito doente e que mal conseguia falar mas.... na volta era só mesmo falta de educação! :\

De Charneca em flor a 06.02.2017 às 13:49

Nada disso, a receita estava no nome de 1 homem. Ou mal educada ou cheia de sono.

De Maria Mocha a 06.02.2017 às 23:05

Talvez estivesse muito doente. Só se for isso... senão, não tem desculpa para a má educação.

De Charneca em flor a 06.02.2017 às 23:20

Não tem desculpa que a doente não era ela.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Comentários recentes