Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Pesquisar

 


Zoodles no supermercado

Sábado, 05.08.17

Gosto muito de courgete. Faz parte na minha alimentação quotidiana. Uma das minhas maneiras preferidas de a consumir é na forma de zoodles, uma espécie de esparguete de courgete. Para fazer isso é preciso um espirilizador como este

20170330_071724.jpg

É muito fácil e rápido de usar. Quer dizer, faz doer a mão mas não é nada que não se possa suportar. Por isso qual não é a minha surpresa quando descobri que havia, no supermercado, embalagens com zoodles já espirilizado. Também há uns pacotes com abóbora espirilizada. Oh, mi ha gente, é tudo pela lei do menor esforço. Não deve ter gracinha nenhuma. Os zoodles são bons e crocantes acabados de fazer. Agora embalados?! Também há uma versão de esparguete de abóbora. Esses nunca fiz mas acredito fazer com o tal instrumento. 

Caminhamos mesmo para uma sociedade onde o que impera é a lei do menor esforço?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 07:30

Quando estou de serviço dá-me para isto

Sexta-feira, 28.07.17

As noites de serviço são sempre uma animação. Desde os jovens que tocaram à porta para: "é só para fazer uma pergunta, dona" à senhora que fica muito admirada porque eu apareço depois de ela tocar à campainha. O que será que ela esperava? Que ninguém aparecesse ou que fosse atendida por um robot? Esta senhora passou todo atendimento, que é feito por um postigo de atendimento, com um ar alucinado de quem não está a acreditar. O que será que as pessoas pensam? Que, estando ima pessoa sozinha, iria abrir a porta a meio da noite sem qualquer segurança, ficando à mercê de todos os tipos de crime? Mas o que encaganitou mesmo foi uma situação que também me faz pensar durante o atendimento normal diurno. Durante o serviço dá-me para a reflexão, o que se há-de fazer? Passo a explicar:

O pai vem aviar uma receita para a criança ou pedir um aconselhamento. A farmacêutica faz uma pergunta simples como: "prefere medicamento genérico ou marca?" Ou "e qual é a marca do leite que o bebé bebe?". Uma grande parte dos homens não sabe responder a esta pergunta ou tomar uma simples decisão sem perguntar à mãe da criança. Agora a minha dúvida existencial é: isto acomtece porque vivemos numa sociedade matriarcal e a mãe é que manda? Ou ainda há muitos pais que se demitem do seu papel e são as mães que cuidam dos filhos na totalidade com pouco ou nenhum apoio da parte dos pais?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 08:16

Flor da Charneca

Sábado, 14.01.17

DSC07424.JPG

Uma singela flor da charneca. As primeiras que aparecem este ano apesar deste frio cortante. Mas o magnífico sol do inverno português deu-lhe vida. E o gesto do A. aqueceu-me a mim. Pousei no parapeito da pequena varanda acolhedora e quente que raramente se utiliza. Recebi na pele este sol e soube mesmo bem.

De pequenos gestos se constroi a vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 12:06

A esquizofrenia do Outono

Segunda-feira, 03.10.16

images.jpeg

 

Esta altura do ano é sempre curiosa. Já não é bem Verão, embora esteja calor, mas ainda não é Inverno. O calendário diz que estamos no Outono. Já cheira a castanhas assadas, até já as vi mas, ao mesmo tempo, ainda apetece um belo gelado. Ontem à tarde dei um passeio à beira-mar e, entre o fumo que os vendedores de castanhas já faziam, muita gente saboreava gelados. Com a roupa e os sapatos é a mesma coisa. Vê-se de tudo, calções, alças, sandálias por um lado e começam a aparecer camisas, casacos e até botas (juro que já vi). Há uma certa esquizofrenia na maneira de vestir. Sempre que estamos nestas estações intermédias é isto. 

Eu, para ser franca, já estou farta do calor. Anseio pelas temperaturas amenas. Estes dias de elevada temperatura e baixa humidade, com o aparelho de ar condicionado sempre a bombar, desencadearam-me uma terrível alergia. Este fim-de-semana já estive melhor, felizmente. São Pedro, para mim pode mandar temperaturas amenas, se faz favor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 08:19

Aroma de Outono

Segunda-feira, 07.09.15

Vamos lá a ver se, depois das férias, este blogue não fica, completamente, às 

 

Este fim-de-semana foi passado na casa da família do A. na aldeia. Cada vez que lá vamos, o porta-bagagens vem muito composto. O sogrinho tem algumas árvores de fruto, na sua maioria, pereiras e macieiras. Se as pêras foram uma desilusão porque se estragaram (há meses que eu andava a planear o que confeccionar com elas) já as maçãs até estão com bom aspecto. Já andamos a comê-las há algum tempo mas agora é que estão mesmo boas. Já fiz puré de maçã como acompanhamento para carne, principalmente, carne de porco que conjuga muito bem com a acidez da maçã. Ontem lá arrisquei numa tarte de maçã e amêndoa. Não tirei fotografia porque o aspecto não está muito bom mas sabe bem e isso é que é importante. Para além do sabor, o aroma é fantástico a maçã e canela

 

O aroma a maçã e canela é, para mim, um verdadeiro aroma a Outono a que se junta o aroma inconfundível a castanhas assadas. Isto tudo para dizer que, apesar do calor que esteve hoje, a mim já me cheira a Outono.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Charneca em flor às 21:44


Mais sobre mim

foto do autor



Comentários recentes