Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

25
Jun22

Pobre criança

Charneca em flor

Durante alguns dias consegui ir escapando às notícias sobre o caso da menina, Jessica de seu nome, que foi brutalmente assassinada em Setúbal. Mas não foi fácil. Mesmo quando não vejo espaços noticiosos na televisão, as notícias vão aparecendo no telemóvel. Eu até costumo ser resistente a este tipo de situações, houve uma altura em que via as crónicas criminais dos programas da manhã enquanto almoçava. No entanto, esta história ultrapassa todos os limites do horror. É demasiado escabrosa até para mim. 

É inacreditável como acontecem estes casos no séc. XXI. Como é que há quem acredite em bruxaria? Como é que as crianças continuam a ser tratadas como objectos que podem ser transacionados? Que sociedade estamos a construir se permitimos que os seus elementos mais frágeis e indefesos sejam sujeitos a este tipo de sevícias?! É preciso reflectir sobre o trabalho desenvolvido pelas Comissões de Protecção de Crianças e Jovens. Quando surgem estes casos, parece que as acções da CPCJ são, claramente, insuficientes. Mas é preciso perceber se os meios de que dispõem são os adequados.

Uma sociedade que não é capaz de defender as suas crianças é uma sociedade falhada.

10-coisas-que-deixam-as-criancas-felizes.jpg

 

06
Jun22

Geografia não é o meu forte

Charneca em flor

A Europa sofreu grandes alterações desde a minha infância. Lembro-me de ter um jogo em que tinha que encaixar os países europeus bem como as respectivas bandeiras. Eu já não achava o jogo nada fácil mas se fosse jogado agora ainda seria mais complexo. Quando eu era criança, ainda havia Checoslováquia, Jugoslávia e União Soviética. Depois caiu o Muro de Berlim e a Europa nunca mais foi a mesma e ainda bem. O colapso da União Soviética deu-se em 1991 dando origem a 15 repúblicas independentes. Sabe-se, hoje, que essa divisão não foi bem aceite por todos. A Checoslováquia dissolveu-se em 1992 dando origem à República Checa e à Eslováquia. Jugoslávia também se começou a desintegrar mais ou menos na mesma altura embora não tenha sido um processo doloroso já que a declaração de independência de algumas das repúblicas que constituiam este país deram origem à Guerra dos Balcãs que durou cerca de 10 anos. A Jugoslávia deu origem a 7 novos países. 

270px-Czech_Republic_in_European_Union.svg.png

 

Esta introdução toda para dizer que perceber a geografia europeia já é complexo o suficiente sem andarem, constantemente, a modificar os nomes dos países. Primeiro foi a Holanda que deixou de ser Holanda e passou a designar-se, oficialmente, por Países Baixos. E ontem, durante o jogo da Selecção Portuguesa de Futebol, fiquei confusa quando os comentadores se referiam a uma das outras equipas do grupo de Portugal como Chéquia. Chéquia?! O país mudou mesmo de nome ou os comentadores estavam só a poupar palavras?

05
Jun22

Foto da semana 23/52

2022

Charneca em flor

Esta semana não andei muito atenta aos pormenores por isso as fotografias não surgiram. Ontem foi um dia muito animado em termos meteorológicos. Tanto estava sol, como chovia. Aqui na aldeia, pela hora do almoço, caiu uma grande chuvada. Aqui está a foto que tirei as folhas da ameixieira com gotas de água. A época agrícola deste ano não será muito produtiva. Quer esta ameixieira quer a que existe na "fazenda", como chamam por aqui aos terrenos de cultura  não parecem ter assim muitas ameixas.

 

IMG_20220604_120351_399.jpg

02
Jun22

Quando a realidade ultrapassa a ficção

Charneca em flor

Não posso dizer que tenha acompanhado o badalado julgamento que opôs  Johnny Deep à ex-mulher Amber Heard. Pelo que percebi, não se tratou de um processo sobre violência doméstica mas sim um processo em que Johnny Deep acusa Amber Heard por difamação. Depois de ter corrido muita tinta sobre o processo, depois de muitas acusações mútuas e depois de lavarem muita roupa suja em público - literalmente - o júri deu razão ao actor.

Na reacção ao veredicto, a actriz, ou a sua equipa de advogados, tentou "colar" esta história sórdida à luta de imensas mulheres que batalham por ver os seus agressores condenados por violência doméstica:

《"Estou ainda mais desapontada com o que este veredito significa para as mulheres. É um retrocesso. Atrasa o relógio até um tempo em que se uma mulher falasse e denunciasse podia ser publicamente envergonhada e humilhada. Volta atrás na ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério", prosseguiu a atriz.》

Nesta declaração, publicada no Twitter, concordo com "a violência contra as mulheres deve ser levada a sério", obviamente, mas parece-me que não é disto que se trata neste caso. O que se viu ao longo das semanas foi um ex-casal onde o respeito mútuo acabou há muito se é que alguma vez houve. Aliás, foram ambos condenados por difamação e a pagarem uma indemnização um ao outro. 

Acredito que, perante, uma suspeita de violência doméstica não se deve descurar aquilo que a alegada  vítima sente mas, infelizmente, haverá mais casos de falsas alegações e são esses casos que prejudicam a luta contra a violência doméstica e não este veredicto.

29
Mai22

Foto da Semana 22/52

2022

Charneca em flor

Enquanto a minha buganvília não me presenteia com as flores de que tanto gosto, vou apreciando as buganvílias que existem ao longo do passeio ribeirinho aonde costumo ir fazer caminhadas de vez em quando.

IMG_20220524_153646_063.jpg

Esta semana vou também partilhar uma foto que recebeu muitos  depois de eu ter publicado a "foto da semana" no passado domingo.

IMG_20220521_181754_380.jpg

Passiflora

Há uns anos comprámos 2 passifloras (ou maracujazeiros) sem repararmos que as plantas não eram bem iguais já que não foram adquiridas no mesmo dia. Uma delas chegou a dar alguns frutos mas acabou por morrer. Esta que se vê na foto tem resistido. Os frutos que produz não são suculentos por isso presumo que não seja a planta adequada para isso uma vez que várias espécies diferentes de passiflora. No entanto, gosto muito dela porque me dá estas belezas. Adoro estas flores. São lindas, não são?!

 

Bom domingo.

 

 

 

 

 

 

16
Mai22

Stefania, Kalush Orchestra

Charneca em flor

A União Europeia de Radiodifusão (UER), instituição constituída por organizações públicas e privadas de radiodifusão (rádio, televisão e multimédia), organiza, desde 1956, o maior evento musical do mundo, o Festival Eurovisão da Canção.

A UER pretende que este seja um evento onde se exalta a música e, supostamente, sem qualquer conotação política. Todos se devem lembrar do incidente criado, em 2017, pelo nosso único vencedor, Salvador Sobral, ao envergar uma tshirt onde se lia a mensagem "S.O.S Refugees" numa das conferências de imprensa. Ora se há coisa que o Festival Eurovisão da Canção não deixa de ser é um evento onde a geopolítica adquire um peso substancial ao contrário do que a organização alega. E este ano isso ficou provado mais uma vez. Primeiro que tudo pela posição titubeante em relação à participação da Rússia no Festival que acabou por não acontecer mas que, num primeiro momento, chegou a ser afirmado que não havia razões para que a Rússia não participasse. Por outro lado, na votação dos júris dos países, há nitidamente uma votação por proximidade geográfica (menos no que diz respeito à Espanha em relação a Portugal). Já ninguém se surpreende com os 12 pontos da Croácia à Sérvia ou de Malta à Grécia.

O vencedor, já anunciado há semanas nas casas de apostas, foi a Ucrânia. Pelo voto dos júris dos países, os Kalush Orchestra ocupavam o 4o lugar mas o público votou de forma esmagadora na Ucrânia. Por mais que a música possa ser interessante, haveria canções melhores com toda a certeza. Para esta votação contribuiu, obviamente, a situação de guerra que se vive no país. Esta vitória criou um enorme problema à UER. O país vencedor tem a tarefa de organizar o Festival no ano seguinte. Ninguém garante que, daqui a um ano, estejam reunidas as condições de segurança para realizar um evento desta dimensão.

Quanto a mim, e tendo em conta que este nem foi o ano que segui o Festival com mais atenção, não gostei muito da música quando a ouvi pela primeira vez mas, agora, até já começo a gostar dela. Para quem ainda não ouviu, aqui está

Este vídeo foi filmado nas cidades ucranianas destruídas na sequência da invasão russa.

Tenham uma boa semana.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Blogs de Portugal

Em destaque no SAPO Blogs
pub