Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

27
Set15

Quem ganha com as sondagens diárias?!

Charneca em flor

 Sondagem RTP/Universidade Católica de 26 de Setembro

 

Sondagem TVI/Público/TSF/Intercampus

 

De hoje a uma semana será o dia das eleições legislativas em Portugal. Nesta campanha eleitoral,para além dos panfletos e dos cartazes que ninguém lê, das arruadas, dos comícios, das feiras ;e respectivas reportagens televisivas; temos uma novidade, sondagens diárias. A RTP, a TVI e a CMTV apresentam sondagens diárias nos seus blocos noticiosos da noite. O curioso é que cada sondagem tem um resultado diferente. Agora pergunto, qual é o interesse de sondagens diárias? A quem serve, a quem beneficia, a quem prejudica? Serão os resultados das sondagens fidedignos? As pessoas podem não responder com verdade. Para além de as sondagens serem feitas apenas por entrevista telefónica através telefone fixo e isso excluir as muitas casas onde já não existe esse objecto obsoleto (por acaso, eu tenho telefone fixo e nunca ninguém me perguntou em quem é que eu voto).

A meu ver, esta história das sondagens diárias é uma maneira de a comunicação social influenciar os resultados eleitorais. Ora vejamos, se a sondagem dá vitória à coligação PAF, por exemplo, pode fazer aumentar a abstenção dos seus eleitores que podem ser levados a pensar que não é preciso ir votar porque a PAF vai à frente. Por outro lado, pode delapidar os votos dos pequenos partidos à esquerda porque pode levar a que as pessoas que pensam votar CDU ou BE sejam levadas ao voto útil no PS para derrotar a coligação de direita que tem desgovernado o país. Se, no entanto, as sondagens dessem a vitória do PS podiam levar a que os eleitores mais à direita mas abstencionistas fossem todos votar para eleger a coligação PAF. Ou seja, a minha teoria é que as sondagens podem alterar por completo o sentido de voto dos portugueses. Para mim, era menos sondagens e mais discussões de ideias. E mais apelo ao voto seja qual for o seu sentido.

Se calhar, só quem ganha mesmo com as sondagens são as empresas que as fazem.

26
Set15

O homem vestido de branco

Charneca em flor

 

150925115546-07-pope-francis-0925-super-169.jpg

 

Católicos ou não, são muitos aqueles que admiram o Papa Francisco. Escrevo este post enquanto assisto ao ínicio da missa celebrada pelo Papa Francisco em Nova Iorque. Os novaiorquinos juntam-se, em Madison Square Garden, muitas vezes para assistir a concertos dos mais variados artistas, hoje mais de 20000 juntam-se no mesmo sítio para assistir a esta missa histórica. Antes o Papa percorreu um dos locais de que mais gostei em Nova Iorque, Central Park. Também aí havia milhares de pessoas que tentavam ter um vislumbre do Papa. Nunca imaginei que os EUA, um país com tantas religiões e seitas, vivessem esta loucura. Não deixa de ser verdade que também há muitos católicos devido aos imigrantes oriundos de países maioritariamente católicos como, por exemplo, países da América do Sul, Itália ou Irlanda. Quando estive na Catedral de St. Patrick, onde o Papa também rezou, havia missais em inglês e espanhol. E, se bem lembro, também havia diferentes horários para missas em diferentes idiomas. Nova Iorque é uma verdadeira Babel dos tempos modernos. Nova Iorque merecia estes momentos de fé e alegria pelas feridas que ainda não cicatrizara.

Mas como eu dizia, o Papa Francisco não deixa ninguém indiferente, o seu sorriso e alegria são contagiantes mas os seus discursos e homilias podem ser muito incisivos como aconteceu no Congresso Americano e na sede das Nações Unidas. O Papa Francisco fala sem papas na língua. Queira Deus que ele assim se mantenha. Cá o aguardamos em 2017.

 

Nota: imagem da singela rosa que o Papa depositou no Memorial das vítimas do 11 de Setembro retirada daqui

22
Set15

Comprimidos para os piolhos?!

Charneca em flor

 

Trabalhando na área da saúde, ouve-se, por vezes, observações muito curiosas. Ontem uma das minhas colegas estava a atender uma mãe que precisava de um produto para a pediculose (que é como quem diz para os piolhos). Enquanto esperava a dita senhora, relativamente jovem e com formação superior, vira-se para mim e pergunta se não havia em comprimidos. E como é que ela se lembrou disto? Porque tem animais que costuma desparasitar com comprimidos, daí ter feito essa analogia. Fiquei na dúvida se ela estava a falar a sério ou a brincar. As pessoas lembram-se de cada coisa. Há, realmente, desparasitantes em comprimidos, para animais e para humanos, mas para parasitas intestinais. Era um processo muito complexo, engolir um comprimido e ter efeito mais ou menos imediato no couro cabeludo. No entanto, nunca se sabe onde chega o génio da industria farmacêutica.

20
Set15

Tag Complete as frases

Charneca em flor

18830141_69kmR.png

 

Fui desafiada pelo blogue Girl about town a responder ao desafio "Tag Complete as frases". Como já há tempos que não respondia a um desafio e como é sempre uma boa inspiração, aqui estou eu a responder.

 

Sou muito distraída

Não suporto intrigas

Eu nunca traí embora já tenha sido traída

Já me zanguei por insignificâncias mas passa-me depressa

Quando era criança sonhava ser escritora

Neste exato momento estou a preguiçar no sofá em vez de ir estender a roupa

Morro de medo de morrer antes da minha mãe

Sempre gostei de ler 

Se eu pudesse gostaria de abraçar, outra vez, o meu pai (já faleceu há 27 anos)

Adoro chocolate, chocolate e chocolate

Fico feliz com pequenas coisas, não sou exigente

Se eu pudesse voltar no tempo tinha-me divertido mais na adolescência, era muito séria.

Quero viajar até sítios longinquos como a Patagónia, a Nova Zelândia ou São Tomé e Princípie

Eu preciso de acabar este desafio para me dedicar a trabalhos domésticos ;)

Não gosto de cabidela

 

Obrigada, Girl about Town, espero que te divirtas com as minhas respostas.

 

De seguida desafio 

Golimix

Existe um olhar

Maria das Palavras

16
Set15

"Amanhã de manhã, vamos acordar..."

Charneca em flor

Esta tarde tive que ir a Lisboa. Assim pela hora do almoço estava ao volante. Normalmente, quando conduzo, ouço rádio, habitualmente a TSF. O programa transmitido, entre as 13 e as 14 chama-se "A playlist de..." onde figura pública é convidada a escolher a música. Hoje tratava-se de uma reposição, era a playlist da actriz Carla Maciel. Acontece que esta actriz tem a mesma idade que eu, 41 anos, e uma das músicas que ela escolheu foi "Amanhã de manhã" das Doce. Então e não é que dei por mim a cantar a música toda?! Também eu cresci com esta música. Só fiquei com uma dúvida; tendo em conta que eu tinha 6 anos quando a música foi lançada será que eu sabia o que estava a dizer quando cantava "Eu vou-te abraçar/E prender-te então/No corpo que é teu/Na cama, no chão" ?!

Confiram lá a letra e digam se isto era, alguma vez, adequado para uma criança cantar

 

 

15
Set15

Um sorriso simpático

Charneca em flor

Nos dias que correm é muito difícil fugir da política. Ou desligamo-nos de toda e qualquer fonte noticiosa ou então temos que ouvir falar do assunto. Eu acho importante ouvir os debates e as entrevistas até porque o país está num impasse. A correr como até agora, os resultados das eleições vão ser muito equitativos entre os 2 maiores partidos. Eu, por mim, lá vou ouvindo uma coisa aqui e outra ali para tentar formar uma opinião. Ontem à noite foi o debate entre Catarina Martins, porta-voz do Bloco de Esquerda, e António Costa, líder do PS. Catarina Martins é das poucas mulheres na vida política activa. Imagino que de ser muito mais agradável para o António Costa debater com a Catarina Martins, que até é bem gira, do que com Passos Coelho ou com o Jerónimo de Sousa. O debate começou cordial, ou não fossem 2 partidos de esquerda, mas teve alguns momentos de tensão resultantes da diferente visão que cada um tem para o país. Não pude de me admirar com algumas atitudes de António Costa para com a sua interlocutora. Fiquei na dúvida se estava a ser condescendente ou se a estava a seduzir para um possível acordo pós-eleitoral. O que pensar destas 2 frases: "Que se apresenta às eleições, com um sorriso simpático, eu reconheço, com um ar tranquilizador" "Eu estou a olhar para os olhos da Catarina Martins"  Que intenções terá António Costa? Catarina Martins, por seu lado, lá foi marcando encontro para o dia 5 de Outubro embora com uma série de condições. Será que assistimos a um flirt (eleitoral, naturalmente)entre PS e BE?!

13
Set15

Política a nu

Charneca em flor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando Joana Amaral Dias surgiu, grávida e nua, pela primeira vez, até gostei. A imagem é artisticamente bela, a Joana Amaral Dias é uma grávida bonita e, se foi convidada e ganhou dinheiro com isto, não me parece nada mal. Cada um faz com o seu corpo aquilo que quer já que, felizmente, estamos num país livre. A atitude dela granjeou-lhe umas quantas críticas, vindas do seu quadrante político e até do próprio movimento a que ela pertence. Agora aparecer nua noutra publicação já me parece demais. Quanto a mim, em vez de divulgar a coligação Agir, está a distrair com as pessoas. De certeza que poucos sabem quais as ideias que o Agir defende mas já todos conhecemos os contornos do umbigo da senhora.  E podemos questionar-nos sobre para que publicação é que ela se vai despir na próxima semana.

11
Set15

Já poucos se lembram

Charneca em flor

 

Já quase ninguém se lembra ou fala no que aconteceu. Dei uma volta rápida pelas redes sociais e pouco se fala no assunto. A memória das pessoas é curta, tão curta. Foi há 14 anos que os aviões embateram no World Trade Center e o Mundo nunca mais foi o mesmo. Este dia marcou de modo indelével este início de século. Sabe Deus como este acto de terrorismo determinou tudo o que o Mundo viu a seguir e tudo o que se tem sofrido neste 14 anos. A crise económica que começou nos EUA e se estendeu à Europa, o ressurgir da xenofobia, do ódio racial e religioso, a Primavera Árabe e o emergir de grupos radicais como o autodesignado Estado Islâmico ou o Boko Haram até culminar com esta situação dos migrantes e refugiados que fogem do Médio Oriente para a Europa. Há 14 anos, quase por esta hora, eu preparava-me para almoçar mas as imagens da televisão invadiram o meu espaço e deixaram-se sem fome. Mal sabia eu o que ainda estava por vir. Nesse ataque morreram quase 3 mil pessoas, entre aqueles que estavam nos edifícios e os heróis que os tentavam salvar. Quantas pessoas já morreram vítimas da crise económica, da guerra no Afeganistão, dos grupos radicais ou afogados no Mediterrâneo? Muitos esqueceram mas, infelizmente, há quem nunca possa esquecer.

07
Set15

Aroma de Outono

Charneca em flor

Vamos lá a ver se, depois das férias, este blogue não fica, completamente, às 

 

Este fim-de-semana foi passado na casa da família do A. na aldeia. Cada vez que lá vamos, o porta-bagagens vem muito composto. O sogrinho tem algumas árvores de fruto, na sua maioria, pereiras e macieiras. Se as pêras foram uma desilusão porque se estragaram (há meses que eu andava a planear o que confeccionar com elas) já as maçãs até estão com bom aspecto. Já andamos a comê-las há algum tempo mas agora é que estão mesmo boas. Já fiz puré de maçã como acompanhamento para carne, principalmente, carne de porco que conjuga muito bem com a acidez da maçã. Ontem lá arrisquei numa tarte de maçã e amêndoa. Não tirei fotografia porque o aspecto não está muito bom mas sabe bem e isso é que é importante. Para além do sabor, o aroma é fantástico a maçã e canela

 

O aroma a maçã e canela é, para mim, um verdadeiro aroma a Outono a que se junta o aroma inconfundível a castanhas assadas. Isto tudo para dizer que, apesar do calor que esteve hoje, a mim já me cheira a Outono.

 

 

 

04
Set15

Eu não partilho

Charneca em flor

Não contem comigo para replicar aquela terrível imagem do corpo da criança morta na praia. O drama dos refugiados mexe comigo e já falei disso aqui. Esta situação já se vem a arrastar há anos. Será que, agora, que se está a revelar incomportável é que os europeus acordaram para a vida?! Já morreram tantos meninos como este, infelizmente. Estar tranquilamente na segurança do nosso sofá no computador, no smartphone ou no tablet a publicar estas imagens no Facebook, não resolve os problemas de ninguém. Talvez as pessoas achem que assim estão a mudar alguma coisa. Desenganem-se. Partilhar imagens na net não salva vidas. Dá-se tanta importância a esta história da partilha que as pessoas chegaram ao ponto de criticar quem não partilhou como aconteceu com o Nuno Markl, criticado por defender os animais mas não partilhar a imagem da criança.

Sem Título.png

Esta mania de as pessoas agirem em rebanho. Uma ovelha vai para a esquerda, vão todas para a esquerda. Ai, este é "Je suis Charlie" então eu também sou. Aquele partilhou esta imagem, então eu também vou partilhar. Gostava de saber quantos dos que, nos últimos dias, partilharam a imagem do menino sírio seriam capazes de acolher uma família síria em sua casa?! Deixo a questão no ar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Desafio

Desafio

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Blogs de Portugal