Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

10
Out16

De táxi ou de uber?!

Charneca em flor

No momento em que escrevo ainda não se sabe que resultado terá a manifestação de taxistas marcada para hoje. São esperados 6000 taxistas de o país que se vão concentrar pelas 7 h da manhã no Parque das Nações. Daí seguirão para a Assembleia da República. A polícia pretende que os táxis fiquem estacionados na Avenida 24 de Julho de modo a não levarem os automóveis para São Bento. O interessante é que a dita avenida está em obras. Será que cabem lá 6000 veículos? E será que todos acatarão as ordens policiais? Basicamente, será o caos em Lisboa.

page7_Taxis.jpg

 

Não vou tomar partidos. Nunca usei a Uber e já não ando de táxi há muito tempo. Na minha opinião, é melhor haver legislação, mesmo que não seja a ideal, do que não haver legislação nenhuma. Seria melhor que a lei proporcionasse as mesmas oportunidades a ambos os negócios mas já se sabe que nem sempre é assim. Ninguém gosta de concorrência mas temos que a aceitar. A concorrência existe em todas as áreas e, regra geral, é benéfica para o consumidor. Por exemplo, na minha área aqui há uns anos também sofremos com a entrada de outros "players" quando apareceram as parafarmácias e, pior ainda, quando começaram a poder comercializar medicamentos não sujeitos a receita médica. E o que é que fizemos? Desatámos à pedrada às parafarmácias? Insultamos ou agredimos as pessoas que lá trabalham? Nada disso. Tivemos que nos adaptar. Adequamos os preços à nova realidade, esforçamo-nos por prestar o melhor serviço possível e lá vamos seguindo em frente. O caminho nem sempre é fácil mas a violência nunca é a resposta. E algumas das atitudes dos taxistas têm sido muito violentas. Quanto a mim seria muito mais proveitoso utilizarem tanta energia para se reinventarem, para prestar um melhor serviço e mais eficiente aos clientes. A concorrência não vai desaparecer, se não forem estes serão outros. Tal como na natureza, aquele que tiver maior capacidade de adaptação é que vai sobreviver.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal