Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

23
Abr15

Maldita bateria

Charneca em flor

 

Hoje tive que ir novamente a Lisboa. Para não ter que me preocupar com o estacionamento pensei ir de comboio. Só que para ir até à estação de comboios mais próxima é necessário ir de automóvel. Tendo em conta a hora a que tinha que estar na formação lá calculei a hora a que tinha que sair de casa. Então, às 8 da matina, aí vou eu alegremente para o meu Honda. Sento-me no meu lugar, ponho a chave, o rádio começa a tocar e rodo a chave e... nada. Rodo a chave e... nada outra vez. Insisto e o carro nada de pegar. A bateria tinha morrido. Ora isto foi um "dejá vu". No último dia do ano de 2014 tinha acontecido a mesma coisa mas o namorido e o sogrinho conseguiram pôr o carro a trabalhar. Como nunca mais aconteceu fui deixando passar o tempo sem mudar a bateria atempadamente. Tanto procrastinei que hoje fiquei apeada. Muito bem feita, é para aprenderes Charneca Maria! Depois foi um stress para decidir como apanhar o comboio, levar o carro da minha mãe ou apanhar um autocarro. Acabei por ir de autocarro. Cheguei à estação e perdi logo o primeiro comboio porque tive que carregar o cartão. Mais uns minutos e lá me sento no comboio para ir à minha formação. Com estas peripécias, em vez de chegar antes da hora como eu queria, cheguei com 30 minutos de atraso. É sempre mau chegar quando as pessoas já estão todas sentadas. É impossível passar despercebida.  Mas as correrias de hoje não ficaram por aqui. A formação foi muito intensa o que levou a que acabasse tardíssimo. Lá vou outra vez a correr para fazer a viagem de volta a casa. Corri para o metro e, mais uma vez deixei partir o primeiro metro. O tempo a passar, a passar e cada vez mais perto da hora do comboio. Saí do metro, na estação Oriente, 3 ou 4 minutos antes da hora do comboio. Charneca Maria, outra vez a correr, a correr para descobrir qual a linha correcta. Consegui chegar a tempo. Quando já estou lá em cima reparo que tenho o cartão na mão sem o validar. Olho para todo o lado e nada de encontrar nenhuma máquina. Estava mesmo quase na hora do comboio. O que eu faço?! Arrisco? Não arrisco e vou a correr escada a baixo, valido a "porra" do cartão, subo outra vez a escada a correr quando o comboio começa a entrar na linha. Ufa! Cheguei a casa sem mais peripécias, felizmente. Há que tempos que não tinha um dia tão atribulado. E ainda fiquei 70 euros mais pobres... mas com uma bateria nova. De vez em quando também sinto que precisava de uma bateria nova.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Blogs de Portugal

Em destaque no SAPO Blogs
pub