Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

26
Out14

Recordar a Telescola

Charneca em flor

Ontem, no Jornal da Noite da SIC, foi, como todos os sábados, transmitido mais um programa "Perdidos e Achados". Desta vez o tema tocou-me directamente e fez-me regressar quase 30 anos. "Recordar a Telescola" assim era o título da reportagem. A Telescola foi um projecto educativo que pretendia fazer chegar o ensino do ciclo preparatório aos locais distantes onde não havia esse nível de ensino. As aulas eram transmitidas, em directo, pela televisão e os alunos assistiam numa sala de aula acompanhados de um monitor/professor. Só havia 2 monitores/professores por cada turma, um para as letras e outro para as ciências. Os conteúdos eram difundidos pela televisão mas na aula eram esclarecidas as dúvidas e, também, se faziam exercícios. A Telescola foi criada em 1964 porque o Estado Novo aumentou a escolaridade obrigatória para 6 anos e não havia as condições logísticas necessárias para fazer face a esta alteração. As emissões começaram em 1965. A Telescola teve o seu apogeu nos anos 70 e início dos anos 80. A meados dos anos 80 as emissões começaram a deixar de ser em directo e passaram a ser em cassetes VHS. A Telescola, que foi sofrendo muitas alterações nomeadamente a nível da designação, só foi extinta no ano lectivo de 2003/2004 tendo durado quase 40 anos.

Eu, apesar de ter crescido a cerca 50 kms de Lisboa, também estudei no 5º e 6º ano através da Telescola. Só havia Ciclo Preparatório na sede do concelho o que implicava a deslocação de crianças de 10/11 anos. Muitos poderão considerar que o ensino da Telescola era um ensino menor e pode-se pensar que quem lá andou ficou menos bem preparado do que os miúdos do Ciclo. Não posso concordar de maneira nenhuma. Quando acabei o 6º ano prossegui os meus estudos normalmente, desta vez já na sede do concelho, e tive sempre excelentes notas. Nunca me achei menos preparada por ter estudado de maneira diferente no 5º e 6º ano. Hoje em dia sou licenciada e trabalho há 15 anos na área que escolhi. A influência da Telescola na minha vida só pode ser considerada benéfica. Uma das recordações mais divertidas que tenho é o primeiro teste de francês em que uma das perguntas, sobre os ditongos em francês, era respondida depois de ouvir os sons transmitidos pela professora que estava na televisão. 

 

A Telescola foi precursora das plataformas de ensino à distância (elearning) que são tão utilizadas agora. Vale a pena recordar uma boa ideia educativa que teve o seu tempo, foi benéfica para as populações do interior ou das localidades mais pequenas mas que, felizmente, hoje em dia já não fazia sentido existir. A Educação apresenta muitas falhas mas, pelo menos, chega a todos embora nem todos saibam aproveitar essa oportunidade.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal