Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

21
Set19

Super Diário da Gratidão #262

Charneca em flor

Hoje, dia 21 de Setembro, assinala-se o Dia Mundial da Gratidão. No início deste ano de 2019, aceitei o desafio que a Maria das Palavras lançou à Sapoesfera e tentei fazer um diário da gratidão aqui no blogue. No início comecei muito bem mas a voracidade dos dias fez com que fosse falham algumas vezes. Por exemplo, durante as férias esqueci-me completamente do diário. Assim no início de Setembro fiz um resumo das coisas que me aconteceram durante o mês de Agosto e que me inspiraram o sentimento da gratidão.

depositphotos_55095089-stock-photo-woman-hands-hol

 

A vida nem sempre foi boa para mim. Em criança passei por algumas dificuldades económicas porque o meu pai chegou a ter ordenados em atraso durante uns bons meses. Mesmo nessa altura, podia não ter tudo o que queria mas sempre me senti grata por aquilo que tinha. Aprendi a dar valor às coisas. 

Tudo o que me aconteceu mais tarde, na adolescência e no início da vida adulta, podia-me ter tornado numa pessoa a amarga mas consegui sempre ver o lado positivo mesmo nos momentos mais negros. E, hoje, sinto-me grata por todas as lágrimas que chorei porque me fortificaram e fizeram de mim a mulher que sou hoje.

Senão vejamos:

  1. perdi o meu pai aos 14 anos
  2. prescendi de muitas coisas materiais para poder estudar
  3. vivi uma relação obsessiva que me levou a uma casamento infeliz mas a um divórcio feliz, perdi muito dinheiro com essa relação porque tomei opções erradas
  4. Não consegui realizar o meu projecto de maternidade

Mas por outro lado:

  1. Consegui entrar para a faculdade na minha primeira opção 
  2. A minha mãe foi uma super-mulher e fez muitos sacrifícios para eu continuar a estudar
  3. Comecei logo a trabalhar assim que acabei o estágio num emprego que me realiza e onde continuo até hoje, 20 anos depois.
  4. Ainda posso contar com a ajuda da mãe que continua com saúde e muito activa
  5. Cerca de 1 ano depois do meu divórcio, conheci o A. e já estamos juntos há mais tempo do que eu estive casada. A nossa vida não será perfeita porque isso não existe mas nunca é rotineira.
  6. Fiz muito mais viagens do que alguma vez imaginei e estive em lugares onde nunca pensei que poderia estar, nem nos meus sonhos mais loucos
  7. Continuo a gostar de me levantar, todas as manhãs, para ir trabalhar.
  8. Ganho o suficiente para ter uma vida confortável sem grandes luxos.

Ou seja, se fizermos o balanço, há muitos mais  motivos para me sentir grata pela vida que tenho do que para me sentir insatisfeita.

Tu, que me estás a ler, por mais problemas que tenhas, olha para a vida com os olhos da gratidão. Haverá sempre motivos para te sentires grato pela vida que tens.

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal