Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

28
Mar22

O desgosto das meninas afegãs

Charneca em flor

Ontem à noite fiquei muito impressionada com uma reportagem sobre as meninas afegãs que voltaram a estar impedidas de frequentar a escola. O actual regime talibã só autoriza o ensino feminino até ao 6° ano. Os talibãs vão manter a interdição do acesso de raparigas ao ensino secundário, apesar da promessa do regime afegão de que as escolas voltariam a permitir, na 4a feira passada, o regresso das adolescentes às aulas. As meninas chegaram a dirigir-se aos estabelecimentos de ensino mas foram impedidas de lá permanecer.

O compromisso de proporcionar educação a todos e em todos os níveis fez parte do acordo para que o regime talibã recebesse ajuda humanitária. A actual situação foi justificada com a falta de professores, que fugiram do país aquando do regresso dos talibãs ao poder, bem como com tempo insuficiente para adequar as escolas à separação entre rapazes e raparigas e aos princípios islâmicos.

Esta questão da educação faz parte de uma ampla restrição dos direitos das mulheres no Afeganistão. 

Quantos jovens, de ambos os sexos, haverá no nosso país que, tendo fácil acesso à educação, não o sabem aproveitar não usufruindo do ensino em toda a sua plenitude? As meninas afegãs choram porque as impedem de estudar e por aqui há tantos miúdos e miúdas que não dão devida importância à escola. Dá que pensar.

 

 

27
Ago21

Mulher em Portugal ou no Afeganistão?

Charneca em flor

Cada vez que vejo as reportagens sobre a situação que se vive no Afeganistão, ainda me faz mais confusão as pessoas, homens ou mulheres, que não dão valor ao facto de viverem num país democrático onde se pode ouvir a música que nos apetecer, onde se pode ir aonde nos apetecer, trabalha ou estudar o que quisermos.

Ninguém pode acreditar que os talibãs vão respeitar os direitos das mulheres ou que até vão ter mulheres no governo. Se isso acontecer será, apenas, como figuras decorativas para "mostrar" à comunidade internacional como evoluíram nos últimos 20 anos.

47756503_303.jpg

Quando penso no que é ser mulher em Portugal ou mulher no Afeganistão dos talibãs, fico ainda mais irritada com as mulheres que, vivendo em Portugal, não aproveitam as oportunidades que o nosso país, não sendo perfeito, nos proporciona.

Por aquilo que percebi, os afegãos que tiverem trabalhado com os portugueses poderão vir para Portugal e trazer, apenas, uma das suas mulheres no caso de terem mais do que uma. Obviamente, que a poligamia não é permitida em Portugal e muito bem porque é uma prática atentatória da dignidade da mulher. Mas e o que acontecerá com as outras "esposas" que não puderem sair do Afeganistão? Quem as defenderá?

É ou não é muito melhor ser mulher em Portugal?

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Blogs de Portugal

Em destaque no SAPO Blogs
pub