Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

25
Nov19

Anjos, Diogo Piçarra ft Carolina Deslandes

Charneca em flor

Hoje é 2a feira e isso significa que é dia de música nova aqui no blogue. Não sei se já repararam mas gosto muito de duetos. Se pesquisarem o meu tag #música, encontram inúmeros encontros musicais. Não sei se corresponde à verdade mas a impressão que dá é que, no panorama musical português, todos se dão bem, se admiram mutuamente e gostam de trabalhar juntos. Sendo assim, aqui a música " Anjos" com as vozes cristalinas e angelicais de Diogo Piçarra e Carolina Deslandes, dois dos melhores artistas do nosso tempo.

"Afinal anjos não voam/Nem foi preciso olhar/Pro céu para te encontrar"

Boa semana

06
Mai19

O erro mais bonito, Ana Bacalhau e Diogo Piçarra

Charneca em flor

Sou fã de duetos. Nos últimos tempos temos assistido a várias músicas portuguesas cantadas a 2 vozes. Muitos destes duetos são conjugações imprevisíveis. É o caso deste "O erro mais bonito". Ana Bacalhau compôs a música, escreveu a letra e convidou Diogo Piçarra para  cantar com ela. O resultado foi tudo menos um erro. Daqui resultou uma belíssima canção 

"Choro
Mas é melhor chorar o que foi feito
Se não era por aí o meu caminho
Tu foste o meu erro mais bonito"

Mesmo correndo o risco de errar mais vale ir em frente e arriscar. É melhor chorar o que foi feito do que viver toda a vida a pensar " e se..."

Boa semana.

 

23
Jul18

Até ao fim, Agir ft Diogo Piçarra

Charneca em flor

 

Confesso que não sou grande seguidora da carreira destes dois jovens. Na verdade, só comecei a prestar mais atenção ao Diogo Piçarra na altura do Festival da Canção quando ele foi acusado de plágio. Innjustamente, digo eu. Afinal também surgiram suspeitas de plágio no caso da canção vencedora da Eurovisão, Toy. Seja como for, quer um quer outro provam que a música portuguesa está de boa saúde. E há vida para lá do fado, que eu aprecio, diga-se em abono da verdade.

O vídeo é lindo. Uma maravilhosa história de amor que dura até ao fim.

 

27
Fev18

Plágio no Festival?!

Charneca em flor

Quem diria, há uns anos que o Festival da Canção iria voltar a mover paixões?! Depois do brilharete na Eurovisão no ano passado, este ano a expectativa era grande. Recordemos que a música "Amar pelos dois" e o Salvador Sobral só começaram a ter mais apreciação nacional quando se começou a ouvir dizer que ele estava a ser muito elogiado lá fora. Tipicamente português. Este ano o Festival da Canção é tema de posts e é notícia em vários meios de comunicação social. As críticas à qualidade, ou falta dela, têm sido uma constante. Algumas das críticas são injustas. Era natural que aparecessem muitas músicas na mesma onda da composição da Luísa Sobral já que essa foi a fórmula vencedora. Como sempre, umas músicas são boas e outras nem por isso. Em relação às eliminatórias achei que exageraram no número de músicas. No ano passado eram menos, imagino que só tenham aparecido as melhores.

O que é engraçado é que todas as semanas têm havido polémicas. Na semana passada foi a bronca das votações trocadas. Esta semana é o plágio do Diogo Piçarra. Confesso que não vi esta eliminatória com muita atenção mas esta foi mesmo a música de que mais gostei. Adorei a presença de músicos ao vivo.

 

Assim que se soube quem eram os compositores que iriam participar, pensei logo que Diogo Piçarra seria escolhido pelo público já que é um músico conhecido e com uma legião de fãs. Não estava à espera que fosse o mais votado do júri. E ninguém estava à espera da acusação de plágio, certamente. 

Mas alguém acredita que o rapaz ia copiar conscientemente uma música da IURD?! E como é que alguém se deu ao trabalho de ir pesquisar aquela música?! Realmente, as possibilidades que a Internet nos trouxe.

Vamos lá a ver, as notas musicais são só 7. Quantas possibilidades haverá, estatisticamente, de combinar estas 7 notas de maneira diferente? Um arranjo aqui, outro arranjo aqui, é sempre possível descobrir alguma parecença com alguma coisa que já se compôs anteriormente.

Até tive pena do rapaz, sinceramente. Para mim, plágio ou não, continua a ser uma música bonita.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Blogs de Portugal