Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

20
Jul19

Man on the Moon

Charneca em flor

"Um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a Humanidade" foi com estas palavras que Neil Amstrong marcou os seus primeiros passos em solo lunar. Hoje passam 50 anos sobre esse dia em que o mundo parou para assistir, em directo, a um acontecimento único na História da Humanidade. Há quem diga que o mundo nunca mais foi o mesmo. 

Os 2 astronautas estiveram cerca de 2 horas em solo lunar. Tiraram fotografias, recolheram amostras, colocaram 1 placa comemorativa do acontecimento, como a ilustrada na imagem

Placa Apollo 17.jpg

E deixaram uma bandeira americana

article-2193737-14B2A689000005DC-359_964x635.jpg

De entre as mais de 400 mil pessoas que colaboraram para que Missão Apollo fosse um sucesso, também se encontrava uma presença portuguesa. O seu trabalho parece insignificante mas foi muito importante simbolicamente. Maria Isilda Ribeiro costurou a bandeira 🇺🇸que os astronautas deixaram na Lua. Esta portuguesa, natural de uma aldeia de Vagos, trabalhava na mais antiga fábrica de bandeiras do mundo, a Annin & Company, em Roseland, Nova Jersey. Segundo ela, foi também um português que estampou a bandeira. Realmente, há portugueses em todo o lado .

 

 

24
Jun19

Já foi há 15 anos

Charneca em flor

Há 15 anos, disputava-se o "nosso" Europeu de Futebol. No dia 24 de Junho de 2004, Portugal jogava os quartos-de-final contra a Inglaterra. Um jogo impróprio para cardíacos. Começamos a perder, empatámos perto do fim dos 90 minutos. Fomos a prolongamento, conseguimos marcar e ficar na frente mas a Inglaterra empatou levando o jogo para as grandes penalidades. A dada altura, o jogo empatado 5-5 e o guarda-redes, da Selecção Portuguesa, Ricardo resolve, num impulso tirar as luvas. Possivelmente, este gesto destabilizou o jogador inglês e Ricardo defende. A seguir, surpreendentemente, o nosso guarda-redes pede para marcar o último penalty. Nunca visto

Foi um momento verdadeiramente épico e inesquecível. Aconteceu há 15 anos e eu lembro-me como se fosse ontem🇵🇹🇵🇹🇵🇹. Obrigada, Ricardo, por estas emoções.

P.S. - Chegámos à final e perdemos com a Grécia. O percurso do autocarro da Selecção até à final foi assim

Nunca mais vivemos outro dia como este.

Infelizmente foi preciso esperar 12 anos para voltar a jogar uma final e, desta vez, com um desfecho diferente.

 

 

 

01
Jun19

Feliz Dia da Criança

Charneca em flor

transferir.jpeg

 

Um dia destes, disse na  brincadeira: "mesmo com esta idade, não me importava de receber uma prenda no Dia da Criança". Claro que foi uma risota. Mas o espírito é esse. Não devemos abafar a criança que existe em nós. É tão bom, manter na vida de adulta, a alegria, a inocência e a traquinice que tinhamos na infância. Seremos pessoas muito mais felizes. E como o mundo precisa de pessoas felizes!

Feliz Dia da Criança.

30
Mai19

Dia da Espiga ou Dia da Ascensão

Charneca em flor

ESPIGAS.jpg

Hoje é feriado municipal em vários concelhos do país, maioritariamente nas regiões do Ribatejo, Alentejo e Estremadura. O que quer dizer que hoje estou de folga porque o concelho onde trabalho é um dos que escolheu este dia para ser o feriado camarário. Este feriado é variável mas calha sempre à 5a. feira e é marcado 40 dias depois da Páscoa. É designado por Quinta-feira da Ascensão porque, a nível religioso, assinala o dia em que Jesus  Cristo ascendeu (subiu) ao céu.

O que eu não sei é porque é que, em Portugal, existe a tradição de ir apanhar a "espiga" neste dia. Provavelmente já haveria alguma tradição pagã deste género e o Cristianismo "aproveitou" essa tradição e deu-lhe um novo sentido como aconteceu com outras festividades religiosas. 

Assim, no Dia da Espiga, é tradição fazer um passeio matinal para apanhar o ramo da espiga. Este ramo deverá ter, por exemplo, espigas de cereais, flores silvestres como papoilas ou malmequeres, ramos de oliveira, alecrim ou folhas de videira. Estes elementos adquirem uma certa simbologia:

  • Espiga – pão
  • Malmequer – fortuna.
  • Papoila - amor
  • Oliveira - paz
  • Alecrim - saúde
  • Videira - alegria

Ao longo dos anos, vivi este dia de formas diferentes. Em miúda dava um passeio com o  meu pai para apanhar a espiga. Na adolescência, eu e as minhas amigas chegámos a fazer piqueniques para apanhar a espiga. Quando estava na faculdade, era uma chatice porque era feriado na minha terra mas não em Lisboa. O autocarro ia cheio de pessoas que aproveitavam para ir a Lisbos (saloios ). Depois comecei a trabalhar num concelho onde também havia este feriado e passei a ser também uma das "saloias" que ia passear a Lisboa. Às vezes, o Dia da Espiga era coincidente com a Feira do Livro e era uma excelente oportunidade para lá ir fora das confusões do fim-de-semana.

Este ano, vim passar o dia à aldeia uma vez que o A. não trabalha as 5as feiras. O dia será aproveitado para continuar a apanhar batatas, agora pela manhã, e talvez dê para passear. Se calhar, vou até apanhar o meu ramo da espiga .

Bom dia de trabalho para quem trabalha e bom feriado para quem tem a mesma sorte que eu.

20
Mar19

Sejam felizes

Charneca em flor

20190320_203239.jpg

Daqui a pouco, mais precisamente às 21h58m, começa a Primavera. Nos últimos dias, a meteorologia já tem parecido bem primaveril. Não sei se foi propositado ou se foi por feliz coincidência, o dia 20 de Março foi escolhido pela ONU, em 2012, para assinalar o Dia Internacional da Felicidade. Foi o Butão, um pequeno país nos Himalaias, que sugeriu a criação desta celebração. Neste país, a felicidade é tão importante que o sucesso do país é avaliado pelo Índice de Felicidade Nacional Bruta em vez do Produto Interno Bruto. 

Todas as pessoas anseiam ser felizes mas nem toda a gente sabe onde encontrar a felicidade. Na verdade, não é preciso procurá-la muito longe porque a felicidade é uma forma de estar na vida. Tanta vez que procuramos ser felizes através dos outros, da nossa relação com os outros ou através dos bens materiais quando, na verdade, a felicidade está dentro de nós.

A ONU aproveita este dia para divulgar o ranking dos países mais felizes do Mundo. Os países nórdicos dominam os primeiros 10 lugares do ranking sendo que a Finlândia foi, novamente, considerado o país mais feliz do mundo. Não me surpreende. Eu também fui muito feliz na Finlândia .  

DSC00231.JPG

Ao que parece, os portugueses estão a ficar mais felizes já que Portugal subiu 11 posições. Ocupamos o 66° lugar entre os 156 países analisados.

 

07
Mar19

Hoje, Luto Nacional pelas vítimas de violência doméstica

Charneca em flor

O Governo propôs e o Presidente da República promulgou. Hoje, dia 7 de Março, véspera do Dia da Mulher, será daqui em diante Dia de Luto Nacional pelas vítimas de violência doméstica e da violência contra as mulheres. Este dia só faz sentido se servir para chamar a atenção para o problema e se nos fizer pensar a todos, enquanto sociedade, no que é que podemos fazer para minorar este problema. Sejamos nós legisladores, autoridades, educadores, professores ou pessoas comuns todos temos um papel. Quanto mais não seja em detectar estas situações e denunciá-las. É um crime público.

violencia_domestica1.jpg

A Ministra da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, disse, a propósito da data, que “o objetivo é que se assinale e homenageie as vítimas, e se deem os primeiros passos naquilo que nos parece ser fundamental garantir, que é uma forte integração de todo o Governo na resposta a este problema”.

Ironicamente, ontem foi morta mais uma mulher, em Braga, e o marido é o principal suspeito. Esta morte eleva para 12 mortes no âmbito da violência doméstica só em 2019. Não encontrei dados relativos a todo o ano de 2018 mas até dia 20 de Novembro tinham sido 24 mulheres assassinadas. Este ano, em pouco mais de 2 meses, já vamos em metade dos casos. Muito há ainda que fazer.

13
Jan19

XX, 40 anos depois

Charneca em flor

Esta semana a música chega mais cedo ao "O voo da garça". E porquê? Porque no dia 13 de Janeiro de 1979, os Xutos e Pontapés deram o seu primeiro concerto. Foi nos insuspeitos Alunos de Apolo num espectáculo onde se comemoravam os 25 anos do Rock'n'roll. Descobri esta efeméride nesta reportagem. Os Xutos e Pontapés são uma banda intemporal e intergeracional. Em 2017, sofreram um grande revés com a morte do guitarrista Zé Pedro mas continuaram em frente. Dentro de dias, vai sair o novo álbum "Duro". Algumas músicas foram gravadas ainda com a participação do guitarrista falecido.

Na página oficial do Facebook, os Xutos escrevem "O novo disco, “DURO”, é por isso mesmo um legado. Um legado de perseverança e persistência, de luto e de alegria, ansiedade e calma. Os Homens do Leme continuam assim, a navegar e a fazer aquilo que sempre falou melhor por eles: Rock em Português! Hoje e sempre!"

Por tudo isto vale a pena ouvir este "Mar de Outono", apesar do Inverno gelado que estamos a viver.

 

10
Jun18

Foto da Semana #23

Charneca em flor

20180610_112953_0001.png

Os seguidores do Instagram votaram e escolheram a foto da semana. Por coincidência, até tinha as cores nacionais . Assim este é um post 2 em 1. Aproveito e assinalo também o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. 

Bom feriado para todos os portugueses, quer estejam em Portugal Continental, nas Ilhas ou nos vários cantos do mundo onde a Diáspora os levou. Com sorte ainda tropeçam no Presidente da República.

🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹🇵🇹

 

22
Mai18

Expo 98. Já passaram 20 anos?

Charneca em flor

Há 20 anos, era inaugurada a Exposição Mundial de 1998. O tema escolhido foi "Os oceanos, um património para o futuro" e o local, Lisboa, na zona que hoje é conhecida por Parque das Nações. Quem vê, hoje, aquela zona nem imagina a transformação que foi operada naquela área. Pouca gente acreditava que era possível (mais ou menos como poucos acreditavam que vencemos o Europeu de Futebol ou a Eurovisão) tal transformação. De uma zona de barracas e indústrias chegou-se ao que se vê hoje, uma das zonas mais nobres da cidade. A inauguração acontecia de um lado e noutros pontos ainda se ultimavam pormenores. À portuguesa, portanto.

Prescindi de algumas coisas para comprar um bilhete de 3 dias e valeu muito a pena. O ambiente era espectacular e inesquecível. Visitei tantos pavilhões de países nem sonhando que um dia iria conhecê-los. A primeira vez que fui a Itália foi através da visita ao seu pavilhão.

E os concertos maravilhosos a que assisti na Praça Sony?!

Ou o espectáculo Aqua Matrix que encerrava o dia?!

 

 

E o que dizer do desfile dos Olharapos ou da Peregrinação

E as filas enormes para entrar em qualquer lado?! 

E a sorte de conseguir visitar o Oceanário logo no primeiro dia? Não havia fila quando lá passei. Nem queria acreditar.

Tantas e tão boas memórias. A Expo98 foi a primeira ocasião em que senti "tenho orgulho no meu país, tenho um imenso orgulho em ser portuguesa".

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal