Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

10
Jan20

Vendaval em Terras de Sua Magestade

Charneca em flor

Em Maio de 2018 escrevi sobre o casamento de Harry e Meghan e comentei que a ex-actriz seria uma lufada de ar fresco na Coroa Britânica. No entanto, ao longo destes quase 2 anos e, principalmente nos últimos dias, Meghan Markle mais parece um vendaval. Como eu dizia nesse dia, continuo a acreditar em contos de fadas (já não tenho idade para isso, eu sei) e o facto de o casal ter declarado a intenção de deixar de ser Membros Sénior da Família Real provoca alguns estilhaços nesse conto. Para além disso, e segundo se consta, o assunto não foi discutido com a Casa Real antes de ter sido tornado público o que me parece uma grande falta de respeito. Obviamente que eles têm todo o direito de querer mudar de vida mas deviam ter pensado nisso antes de gastarem uma quantidade pornográfica de dinheiro no casamento e na renovação da casa onde residiram até agora.

Imagino que os contribuintes ingleses não devam estar muito satisfeitos com a situação. De modo a retribuirem as libras investidas neles, o minimo que podiam fazer era continuar a representar a Casa Real. É verdade que eles se disponibilizam a continuar a apoiar a Rainha mas, se forem viver para fora, esse apoio será cada vez menor.

Achei graça à intenção de se tornarem "financeiramente independentes". Custa muito a acreditar que deixem de receber qualquer valor da Coroa Britânica. Irão trabalhar em quê?! É que se forem criar uma empresa ou dar palestras, como se tem especulado, tudo aquilo que ganharem não vai depender só das suas qualidades pessoais mas, sobretudo, ganharão dinheiro por serem quem são. Não me parece grande independência.

A Rainha tem uma grande capacidade de resistência mesmo com a idade que tem. Afinal a família só lhe dá desgostos.

 

19
Mai18

The power of love

Charneca em flor

Lembro-me bem do casamento de Carlos e Diana. Durante anos, sonhei com princípes encantados e vestidos de noiva com mangas de balão. Acompanhei, pelas revistas, os primeiros tempos, o nascimento de William e Harry e a triste história em que aquele casamento se tornou. Diana foi, aos meus olhos de criança e adolescente, um exemplo de princesa dos tempos modernos. Nas histórias de encantar, a personagem principal sofre, conhece o seu príncipe encantado e juntos vivem felizes para sempre. Nesta história, aconteceu tudo ao contrário. Depois aconteceu a separação, o divórcio e o desabrochar de uma nova mulher cheia de estilo. Infelizmente, Diana morreu jovem tornando-se, aí sim, numa lenda. A imagem dos filhos acompanhando, com dignidade, o féretro foi comovente. E inesquecível, especialmente a figura do pequeno Harry com 11 anos. Esse menino cresceu, foi rebelde, fez disparates, ou seja, foi um jovem como os outros. Seguiu as pisadas da mãe em campanhas de solidariedade e foi defensor de causas como a desminagem em África. Foi pela mão deste menino que a tradicional Família Real Britânica acolheu no seu seio uma americana, atriz, divorciada e mestiça. Hoje assistiu-se a um casamento real muito diferente do que é habitual com um grupo de convidados muito heterogêneo onde Rainha, príncipes, duques e condes se misturaram com estrelas de Hollywood, jogadores de futebol e músicos. Na bela e antiga capela de Saint George, ouviu-se gospel e um sermão apaixonado pelo Bispo da Igreja Episcopal Americana, Michael Curry. 

Meghan, duquesa de Sussex, traz com ela, uma lufada de ar fresco que ajudará a arejar a Monarquia Britânica. Que assim seja.

Eu, por mim, continuo a acreditar em histórias de amor e finais felizes .

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Blogs de Portugal