Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

30
Jul19

Irritações #9

Charneca em flor

Irrita-me que as pessoas peçam recibo por todas as despesas mesmo as mais insignificantes. Por exemplo, no supermercado irrita-me profundamente, especialmente se tiver pressa. Então as pessoas ainda não perceberam que é tão fácil  atingir o valor máximo das despesas gerais familiares só com as contas da luz, da água, do telefone, (etc...)?!

26
Jun19

O dinheiro compra a inteligência?!

Charneca em flor

Uma das notícias de hoje foi a divulgação de um estudo da Fundação Belmiro de Azevedo (quantas fundações existem neste país?) que indica que os cursos superioriores reproduz as desigualdades sociais. Ou seja, os alunos de estratos sociais mais elevados frequentam cursos de maior prestígio e para os quais são necessárias notas mais elevadas. Os alunos com maiores dificuldades económicas não conseguem entrar nesses cursos e acabam por frequentar politécnicos. Não sei qual foi o método utilizado para chegar a esta conclusão nem se os resultados podem ser generalizados para todos os portugueses. 

depositphotos_65721431-stock-photo-young-student-g

 

Este tipo de estudos irritam-me profundamente. Parece que estamos a dizet aos alunos mais carenciados que não vale a pena sonharem com um curso de Medicina ou de Engenharia porque nunca lá vão conseguir chegar. É destruir os sonhos das pessoas e convencê-las de que "quem nasceu lagartixa, nunca chegará a jacaré". Eu acredito que é possível lutar contra as circunstâncias se isso for a nossa vontade. Afinal, eu nasci numa família humilde, passei por dificuldades e fui bolseira mas consegui entrar num curso superior, numa faculdade da Universidade de Lisboa, e para o qual era preciso ter uma média alta (pelo menos na altura). Consegui subir alguns degraus na escada social porque a minha família sempre ensinou que estudar é muito importante mesmo que para isso seja preciso fazer sacrifícios. Foi assim que eu consegui e, na minha opinião, qualquer um pode conseguir realizar os seus sonhos. Basta esforçarem-se e superarem as dificuldades que vão surgindo.

24
Jun19

Irritações #8

Charneca em flor

Na farmácia onde trabalho, temos 1 casa de banho perto da zona de atendimento. Tentamos que o acesso não seja indiscriminado mas há alguns utentes que já sabem que ela existe. Não me incomoda que as pessoas utilizem a casa de banho até porque a equipa utiliza outra. O que me irrita é haver tanta gente que deixa a luz acesa. Ora se têm que acender a luz quando entram na casa de banho depois esquecem e pensam que se apaga automaticamente ?

16
Jun19

Irritações #7

Charneca em flor

Nota-se que saio pouco quando acho estranho que a Pizza Hut já não tenha o buffet de saladas. Imagino que deve ter desaparecido há anos mas eu só dei por isso ontem. As pizzas são muito piores do que me lembrava. E, já agora, também não achei graça a que me trouxessem 1 sidra com sabor (Somersby blackberry) sem me perguntarem se eu queria com sabor. Para mim, sidra é de maçã e mais nada. Era o mesmo que o vinho ter sabor a alperce, por exemplo .

04
Abr19

São Pedro, decide-te

Charneca em flor

Quando não se tem tema, fala-se do tempo,  não é  verdade? Sou só eu que acho que a meteorologia está esquizofrênica? Pensava eu que já podia deixar as roupas de Inverno e, afinal, o tempo frio volta hoje?! Já vi pessoas de alças, mangas curtas e sandálias e outras que ainda não largaram os sobretudos. Parece que estas últimas é que tinham razão. A  chuva faz falta mas o frio era dispensável 

19
Mar19

Irritações #6

Charneca em flor

Ontem cheguei depois das 20h30m a casa. Na minha rua não havia lugar para estacionar o carro. Tive que ir à procura de lugar noutro sítio. Assim que estou, finalmente, a chegar  a casa, há um lugar que vaga mesmo em frente da porta. Isto acontece quase todas as vezes que chego mais tarde. É ou não é irritante?!

24
Fev19

A resposta certa era...

Charneca em flor

Ontem fiz una pequena brincadeira e deixei aqui uma pergunta à comunidade sapense . Muito obrigada aos simpáticos colegas de plataforma Joana Marques, Marta Elle, Maribel Maia  e P.P. que tiveram a amabilidade de responder. Lamento informar que estavam todos errados. A resposta certa era a

e) Telefonam para as todas as farmácias, às 2h da madrugada, e se alguma atende, perguntam: "Está de serviço?" arriscando-se a que, do outro lado, respondam: "Não, eu gosto tanto do meu emprego que passo cá a noite!"

Pelo menos foi o que aconteceu no meu último serviço. Quer dizer não sei se a pessoa ligou para todas as farmácias mas acho graça imaginar que sim.

E também não respondi daquela maneira. Ou melhor, não disse mas pensei . Pensando bem, se eu estivesse a dormir, o que só acontece lá pelas 4h/5h da manhã, acordava com o telefone e assim estava bem desperta quando a pessoa chegasse.

23
Fev19

Pergunta à comunidade do Sapo

Charneca em flor

Se precisarem de saber qual é a farmácia de serviço, como é que fazem:

a) Consultam o Sapo Farmácias 

b) Consultam outro site informativo sobre as farmácias de serviço 

c) Consultam o teletexto (hum, será que ainda existe?)

d) Vão a uma farmácia para consultar a escala da vossa área de residência 

e) Telefonam para as todas as farmácias, às 2h da madrugada, e se alguma atende, perguntam: "Está de serviço?" arriscando-se a que, do outro lado, respondam: "Não, eu gosto tanto do meu emprego que passo cá a noite!"

 

21
Fev19

Coisas que não entendo

Charneca em flor

Para quem não sabe, eu sou farmacêutica e trabalho numa farmácia quase há 20 anos. O  meu dia de trabalho é recheado de peripécias. Ontem ocorreu uma cena recorrente que eu nunca consigo entender. Vejam lá se percebem:

 

Utente - e dê-me também 1 caixa daquele medicamento para a diarreia que se dissolve na boca.

 

Eu coloco o medicamento em causa, Imodium Rapid, em cima do balcão.

 

Utente pegando na caixa e mostrando intenção de ver o blister - Posso ver?

 

Eu - Por enquanto, pode. De futuro os medicamentos vão passar a vir selados. 

 

Utente - É isto mesmo 

 

Eu, pensando - Obviamente que é esse. Não existe outro com essas características.

 

Utente - Quanto custa?

 

Eu - x,xx €.

 

Utente - Ah, é muito caro.

 

Eu - Existe a mesma substância mais barata porque é genérico, só que são cápsulas para engolir.

 

Utente - Ah, então mostre-me.

 

Lá fui buscar o genérico já com a paciência a diminuir.

 

Utente perante a caixa - Posso ver?

 

Abriu a caixa, olhou para o blister, virou-o de um lado para o outro.

 

Utente pegando no Imodium Rapid - Afinal levo este.

 

Nunca consigo entender porque é que as pessoas têm necessidade de ver o medicamento por dentro. Se eu já tinha explicado as características do 2o medicamento, qual é a necessidade de olhar para o medicamento? Será que a utente queria ver se gostava da cara das cápsulas? Será que só de olhar para ele percebe o efeito que faz? Juro que não entendo.

 

11
Jan19

Irritações #5

Charneca em flor

É verdade que este ano eu me queria dedicar à gratidão como se pode comprovar pela minha adesão ao desafio da Maria das Palavras. Mas ontem fui "contaminada" pela irritação. Aconteceu no meu trabalho. Julgo que a maioria dos meus leitores sabe que sou farmacêutica. A época das gripes e das constipações está em pleno. Para além da panóplia de medicamentos não sujeitos a receita médica que já existem, foram lançados 2 novas fórmulas que têm a particularidade de se poderem beber com água quente como se fossem um chá. Como a pessoa responsável pelas compras não considerou que esses medicamentos tivessem qualquer mais-valia em relação aos que já existiam resolveu não os comercializar. A composição é à base de paracetamol e um anti-histamínico, ou seja, idêntico a todos os outros. A única diferença é ser dissolvido em água quente ou fria. Qualquer um dos outros, se for tomado com um chá, faz exactamente o mesmo efeito. Só que já apareceram várias pessoas a pedir os tais medicamentos novos. Fiquei na dúvida: as pessoas já não sabem, ou não querem, fazer um chá de limão com mel ou o marketing é mesmo muito poderoso?!

cha-de-limao-mel-620x330.jpg

 

O que me irrita é a possibilidade de as pessoas, cada vez mais, quererem tudo instantâneo. Fazer um chá requerer algum tempo e a voragem dos dias já não se coaduna com este ritual. Será que é isto?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal