Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

07
Dez19

Muleta tipo da linguagem

Charneca em flor

jovens-sentados-e-conversando-se-divertindo_21730-

 

Ontem fui jantar fora a um buffet de sushi que fica na cidade onde trabalho. A sala não é muito grande e as mesas para 2 pessoas são mesmo encostadas umas às outras, só têm uma balaustrada a dividir. É impossível não ouvir a conversa do lado já que as pessoas estão quase ao nosso colo. Sendo assim, ao meu lado estava um casalinho na casa dos 18/20 anos numa grande conversa o que é muito positivo porque uma boa comunicação resolve muitos conflitos. Mas não é isso que vem ao acaso. Eles sofriam de um caso grave de utilização de uma muleta da linguagem, aquela do "tipo". Já sabia que os jovens utilizam muito estas expressões como "tipo", "bué" (esta já é antiga), yá e por aí fora. Deram que falar as entrevistas de Conan Osíris e da rapper Nenny. 

É verdade que a língua não é estática e evoluí mas não deixa de ferir os ouvidos. Naturalmente que a minha geração também teve as suas expressões. Aliás, penso que já se utilizava o "bué" e lembro-me doutra bem gira, "coche" utilizado na frase "dá-me aí um coche", por exemplo. Quer dizer "dá-me aí um bocado". Acontece que "tipo" é um "coche" irritante. Os jovens usam esta palavra como uma vírgula da linguagem só que põe a vírgula demasiadas vezes no discurso. Tenho a impressão que eles diziam "tipo" de 2 em 2 palavras. Se calhar estou tipo a exagerar. Olha tipo já me contagiaram.

29
Mai19

Dúvida linguística

Charneca em flor

Há dias ouvi uma expressão na televisão que me causa estranheza. É uma expressão usual mas que eu tenho sempre dúvidas sobre a forma mais correcta de dizer porque se utilizam 2 formulações que pretendem dizer o mesmo. São as  expressões é "ir de encontro a" ou "ir ao encontro de". Quando oiço esta frase parece-me que se está a dizer que algo ou alguém chocou com alguma coisa. No entanto, o contexto em que ouvi era diferente. Seria algo como: "o político X defendeu a medida Y o que vai de encontro com o que defendeu anteriormente". Quando a mim, acho que a formulação correcta seria "o político X defendeu a medida Y o que vai ao encontro do que defenceu anteriormente".

O que é que acham os  meus amigos leitores? Qual será a formulação mais correcta?

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Blogs de Portugal