Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

06
Out19

Foto da semana 40/52

Em dose dupla

Charneca em flor

Esta semana, duas imagens obtiveram o mesmo número de .

Uma delas foi a imagem do livro que comecei a ler nos últimos dias. Por coincidência, é o "Mau tempo no canal" e esta semana o arquipélago dos Açores foi fustigado pela tempestade Lorenzo que deixou sequelas materiais graves na minha adorada ilha das Flores

20191006_091728.jpg

A foto que publiquei no Dia Mindial do Animal teve também 10  como a anterior. Era um cão de rua, quem o acolheu chamou-lhe Fadista mas eu acho que se devia chamar Bowie . Vejam lá se não é uma fofura

20191006_154312.jpg

Um bom final de domingo e, se ainda não foram votar, não se esqueçam de ir. Ainda faltam 3 horas para fecharem as mesas de voto.

 

 

 

 

 

23
Jun19

Foto da semana #25

Charneca em flor

Este semana começou o Verão mas ninguém avisou o . Mesmo com as temperaturas pouco elevadas, adquiri um guilty pleasure nas últimas semanas. E esse pequeno prazer está ilustrado na foto desta semana

IMG_20190621_124707.jpg

Há 2 cafés com gelados Carte d' Or perigosamente perto do meu trabalho. Aqui pode-se ver uma bola de gelado com sabor a marshmallow que me faz lembrar os gelados das feiras da minha infância. Outro prazer, já antigo, é a leitura. Agora estou a ler este livro que me aconselharam. Filipe Homem Fonseca traz-nos um romance que se passa no bairro da Graça em obras permanentes e em que os seus habitantes quase que são engolidos pela nova realidade de uma cidade que tem estado na moda nos últimos anos.

 

16
Set18

Foto da semana #37

Charneca em flor

20180916_120238.jpg

 

A foto da semana é um excerto do meu livro de cabeceira, "Guerra e Paz" de Lev Tolstoi. Situa-se no 2° capítulo e faz parte da primeira descrição da guerra que opôs as tropas francesas de Napoleão ao resto da Europa incluindo o território russo. Fala da linha que divide a vida e a morte e em como ninguém quer atravessar essa linha. Quando perdemos alguém próximo, confrontamo-nos com a nossa própria finitude. A vida vai-nos lembrando que não somos eternos.

 

 

 

 

26
Ago18

Desafio 52 semanas - semana 34

Charneca em flor

Então vamos lá actualizar o tag 52 semanas;

 

Livros que eu acho que toda a gente deveria ler

 

Aconselhar livros a alguém parece-me uma tarefa ingrata. Aquilo que eu gosto de ler depende de muitos factores que vão para além da qualidade do escritor. A maturidade e as experiências que vamos vivendo podem ser determinantes para a maneira como "sentimos" determinado livro. Sendo assim, os livros da minha vida (que podem, ou não ser, também os livros da vossa vida) são estes:

- O Principezinho, Antoine Saint Exupéry - um hino à amizade e ao amor. Para descobrirmos os outros, temos que sair da nossa concha, da nossa zona de conforto e deixarmo-nos cativar.

- Fernão Capelo Gaivota, Richard Bach - Ser livre é arriscar. É sempre possível ir mais além, voar mais alto. 

Li estes dois livros na mesma altura, entre o fim da adolescência e início da vida adulta. Continuam marcantes.

 - A Bíblia Sagrada - não para ler de seguida mas alguns textos. Ajuda a compreender a nossa sociedade ocidental, judiaco-cristã. Não deixem de procurar o "Cântico dos cânticos". Surpreendente.

- Cem anos de solidão, Gabriel Garcia Márquez. Procurem uma versão com a árvore geneológica para se conseguirem orientar com todas aquelas personagens. Absolutamente fantástico. Um verdadeiro monumento literário.

- As intermitências da morte, José Saramago. O que aconteceria se, um dia, a morte deixasse de aparecer e mais ninguém morresse?! Uma divertida, para quem goste de humor macabro, sobre a morte, a vida e a dignidade humana. Quanto a mim, um dos melhores livros para começar a ler o nosso Prémio Nobel.

- Como água para chocolate, Laura Esquível. Outro livro da América do Sul, fantástica história de amor que se expressa através da comida. Delicioso.

- Chocolate, Joanne Harris. Para uma pessoa gulosa e chocodependente, também é um livro delicioso. Retrata a desconfiança que as pequenas comunidades sentem em relação a quem tem uma atitude diferente da maioria.

- Perguntem a Sarah Gross, João Pinto Coelho. Um impressionante retrato de uma das épocas mais negras da história do séc. XX, a 2a Guerra Mundial e os campos de concentração. Tocante e emotivo.

Muitos livros ficam por nomear. Já li tantos livros na vida que nem os consigo contabilizar. Muitos gostaria de  vir a ler mas o tempo nem sempre abunda. Para além de todos os que tenho em espera, fiquei com a ideia de tentar ler uma das grandes obras da literatura munfial, "Guerra e Paz" de Tolstoi.

Bom domingo

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal