Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

10
Jul19

Fui para fora... cá dentro

Charneca em flor

Desde há 5 anos que festejo o meu aniversário com uma viagem em modo "vá para fora cá dentro". Foi assim que descobri a zona de centro de Portugal, essa zona tristemente conhecida pela tragédia do incêndio de 17 de Junho de 2017 e pelas suspeitas de corrupção na reconstrução das casas destruídas. No fim-de-semana que passou voltei a essa zona. Desta feita passei pelo concelho de Proença-a-Nova, por Oleiros e acabei a almoçar na aldeia de Mosteiro, concelho de Pedrógão Grande. Como já disse aqui e aqui, a verdadeira solidariedade para com estas populações é visitá-las, passar lá bons momentos, em suma, fazer circular a economia.

As temperaturas não estavam convidativas a um mergulho nas frias frescas águas das praias fluviais mas vimos bonitas paisagens e descansámos. Infelizmente os sinais dos incêndios ainda são visíveis mas ainda há encostas de um  verde impossível de reproduzir. 

No sábado estivemos na Praia Fluvial da Fróia e na Praia Fluvial do Alvito da Beira, ambas no Concelho de Proença-a-Nova. Almoçamos em Oleiros e depois fomos até ao Alojamento Turístico de São Torcato Moradal.  Como o nome indica, localiza-se na aldeia de São Torcato na Serra do Moradal, concelho de Oleiros.

Depois de descansámos um pouco e aproveitámos a piscina. Não sei de onde vinha mas a zona da piscina tinha um agradável aroma a fruta madura.

CollageMaker_20190709_235315796.jpg

No domingo, depois de um agradável pequeno-almoço, de um passeio pela aldeia de São Torcato e depois de conversarmos com a actual proprietária do alojamento, fomos à procura da Cascata da Fraga da Água d' Alta. Foi uma aventura porque a cascata não está muito bem assinalada. Tem uma placa na estrada mas depois não tem mais indicações. Chega-se a 2 caminhos possíveis, um para a direita e outro para a esquerda. Escolhemos, precisamente, o caminho errado e foi um sarilho para a encontrar. Mas valeu a pena

CollageMaker_20190710_000419552.jpg

Estava a chegar a hora de regressarmos à realidade. Ainda era preciso almoçar. Eu gostava de ter ido almoçar ao Restaurante Lago Verde na Barragem do Cabril, em Pedrógão Grande. Quando chegámos, estava a abarrotar o que foi uma grande desilusão .  Acabámos por voltar a uma aldeia onde já tínhamos ido em 2014, Mosteiro e comemos um belo cozido à portuguesa muito bem regado. O dia estava cinzento e o cozido à portuguesa soube mesmo bem. É claro que tivemos que ir "dormir a sesta" para a Praia Fluvial de Mosteiro. Afinal não há mal nenhum em voltar a um sítio onde já fomos felizes...

CollageMaker_20190710_001712836.jpg

 

 

 

 

 

07
Jul19

Foto da semana 27/52

Charneca em flor

Por acaso, a imagem com mais "gostos" da semana foi a publicação que se refere ao meu aniversário mas como já é antiga, resolvi dar aqui destaque a outra foto.

IMG_20190706_111400.jpg

Praia Fluvial da Fróia

Esta imagem foi captada ontem na primeira paragem da minha viagem de aniversário, uma "tradição" que iniciei, por iniciativa do A., no ano em que entrei nos "entas". A Praia Fluvial da Fróia fica próxima da vila de Sobreira Formosa, no Concelho de Proença-a-Nova. O espaço é muito bonito mas não experimentei a frescura da água .

 

28
Jun19

Prédio da discórdia

Charneca em flor

De tempos a tempos, o prédio Coutinho em Viana do Castelo aparece nos noticiários. 

prédio.jpg

A história deste edifício começou nos anos 70 e é conhecido por prédio Coutinho porque foi construído por Fernando Coutinho que na altura era emigrante no Zaire. Ao que parece a construção respeitou a volumetria estabelecida pelo concurso público mas nunca foi consensual. O que se compreende pela observação da imagem. O edifício é, sem dúvida, um mamarracho e que não se enquadra no centro histórico da cidade. Está para ser demolido desde o início deste século. A Câmara Municipal de Viana do Castelo pretende requalificar a zona e construir o novo Mercado Municipal da cidade. Em 2005 foi publicado em Diário da República , "a declaração de utilidade pública da expropriação do prédio." Nunca houve acordo entre os proprietários, o Governo e a autarquia sobre a expropriação. Os proprietários têm tentado impedir a demolição através de providências cautelares.

Actualmente, a situação está a chegar a um duro impasse. O prédio Coutinho já chegou a ter 300 moradores mas só restam 11. A maioria dos moradores aceitaram os acordos propostos embora haja fracções que tenham sido adquiridas através de processos litigiosos.

699478.png

 

As 11 pessoas que continuam no prédio por não aceitarem as indemnizações propostas e não quererem ficarem sem as suas casas. A entidade que detém a propriedade legal do edifício, a VianaPólis, mandou cortar a água, a luz e o gás. Mandou colocar grades e seguranças à porta de modo a que ninguém possa entrar no prédio. As pessoas que restam serão todas idosas. Os familiares não podem ir vê-las nem podem fazer entrar comida ou outros bens no prédio. O filho de um dos moradores tentou fazer chegar comida ao pai através de 1 saco e de 1 corda.

Será lícito fazer isto com as pessoas?! Pode-se tratar assim pessoas, maioritariamente, idosas num estado de direito? 

A situação destas pessoas choca-me muito. Compreendo que o prédio nunca deveria ter sido construído mas não sei se é justo tirar as casas às pessoas sem lhes dar o justo valor. 

Temo que isto tudo ainda vá dar origem a uma tragédia.

 

17
Jun19

Dark Ballet, Madonna

Charneca em flor

A Madonna, que agora também é um bocadinho nossa, acaba de lançar o seu novo álbum. Segundo a artista, a sua estadia em Portugal serviu-lhe de inspiração. Como já disse no outro blogue, eu não dou por nada mas a diva lá saberá. Por isso hoje a música que vos trago é do seu novíssimo álbum, Madame X. Estejam atentos ao vídeo já que, aqui sim, se podem reconhecer imagens de Portugal. E já agora, estejam atentos à letra também. A mensagem é poderosa.

 

10
Jun19

O triunfo dos desajeitados

Charneca em flor

Já repararam que os mais recentes heróis de Portugal são ou os mais improváveis ou os mais desajeitados?!

Senão vejamos

5782bf32e0012_GettyImages545913558.jpg

Éder, herói da Final do Euro de 2016 em França, marcando, já durante o prolongamento, o golo que levou a Selecção Portuguesa à primeira vitória em competições internacionais. Ninguém dava nada por ele e afinal...

5efa9c8730bac4a987420dea87da626c.jpg

Salvador Sobral, com o seu ar aluado, desajeitado, fora da caixa, desbocado e até um pouco desleixado na imagem, foi duramente criticado quando venceu o Festival da Canção em Portugal. Os estrangeiros descobriram-no, Caetano Veloso apelou  ao voto nele na Eurovisão de 2017 e ele acabou mesmo por vencer transformando-se no herói que nos deu a primeira vitória na Eurovisão depois de mais de 50 participações. 

ng-1f5932ca-aef3-4a94-97ac-c593ddea180f.jpg

Gonçalo Guedes, um jovem ribatejano, também tem um ar desajeitado, talvez devido à sua altura, e é gozado muitas vezes devido às suas orelhas proeminentes. Ontem calhou ser ele o herói da primeira Final da nova competição Liga das Nações marcando o único golo da partida mas suficiente para nos conduzir à vitória de mais uma competição internacional.

Talvez estes 3 portugueses sejam a imagem daquilo que é ser português. Desajeitados mas talentosos e capazes de surpreender. 

Ainda há esperança para os desajeitados como eu .

13
Mai19

Começa, hoje, a campanha.

Charneca em flor

323px-EU_Single_Market.svg.png

Hoje arranca a campanha eleitoral para as Eleições Europeias. Em Portugal ocorrem a 26 de Maio. Se a abstenção já é grande nas outras eleições, nestas costuma ser enorme. Isso é muito mau sinal a respeito da saúde da  nossa democracia. Porque é que se deixa que os outros escolha  por nós?! A maioria dos portugueses acha que estas eleições nada têm que ver com o seu dia-a-dia mas não podiam estar mais enganados. As decisões europeias são preponderantes para a nossa vida e é por isso que estas eleições são muito importantes. É verdade que a classe política não é muito bem vista por uma grande parte dos portugueses. Por vezes, quando ouvimos um candidato, é difícil perceber qual é o seu programa porque alguns ocupam a maior parte do tempo a atacar/acusar os adversários. 

Para podermos votar em consciência é preciso procurar conhecer os programas eleitorais, os princípios que cada candidato manifesta e os seus planos para o projecto  europeu. Se calhar, é  preciso procurar bem mas encontram.

Eu, da minha parte, tenho assistido ao programa "Debates europeias 2019" na RTP. Se  não viram, está disponível na RTP Play. A TSF também tem feito uma boa cobertura da pré-campanha com entrevistas aos principais candidatos. Esta rádio tem transmitido uma pequena rubrica, depois das 7h30m, chamada "Sabia que..." na qual divulga factos e informações relacionadas com a União Europeia. A rubrica está disponível em site da rádio. A informação existe. Há que saber procurá-la.

Eu sou europeísta convicta. Apesar de tudo, o país colheu muitos benefícios com a adesão à antiga CEE. Eu vejo como portuguesa mas também como cidadã europeia.

Dia 26 de Maio, o nosso futuro conta convosco. Não se esqueçam de votar.

 

 

 

 

 

 

 

 

02
Dez18

Vivemos no melhor destino turístico do mundo

Charneca em flor

destaque_1280.jpg

Ontem realizou-se no Pátio da Galé, em Lisboa, a cerimónia dos World Travel Awards. E Portugal foi galardoado com nada mais, nada menos, 17 (!) prémios. Os nossos meios de comunicação social fizeram uma grande alarido com esta notícia. Fiquei assustada e preocupada porque comecei a temer que a invasão turística aumentasse exponencialmente com tantos prémios que se distribuem por todo o país. Também fiquei curiosa e fui tentar descobrir quantos prémios tinham sido distribuídos porque, da maneira como as televisões noticiaram, parecia que o país tinha dominado a gala. Afinal os prémios são tantos mas tantos que eu nem me os consegui contar. Podem encontrar a lista aqui. Vendo por este prisma, 17 prémios são uma gota no oceano. Podem-se escolher inúmeros destinos de entre os premiados. Felizmente.

28
Jun18

Ai, Lisboa, Lisboa minha

Charneca em flor

Ontem à noite fui, mais uma vez, a Lisboa para assistir a uma conferência. O local é mesmo no centro de Lisboa, perto do Chiado. Era uma noite a meio da semana, relembro. E as ruad estavam cheias, cheias de pessoas. Imagino que a grande maioria seriam turistas. Já aqui falei deste assunto. Lisboa foi completa e exageradamente invadida. Acredito que este movimento será positivo para os operadores económicos da área do turismo mas tudo o que é demais...

Já não reconheço a cidade dos meus tempos da faculdade. É verdade que passaram 20 anos e que, em certos aspectos, Lisboa está francamente melhor. Infelizmente são cada vez menos os portugueses e os lisboetas que usufruem dela. 

atardecer.jpg

 

Nesse tempo longínquo em que eu ia todos os dias para Lisboa, haveria muitos comerciantes locais em dificuldades. Poderia-se pensar que agora estariam todos esses negócios antigos, alguns centenários, a prosperar. Mas, ao que parece, há cada vez mais lojas históricas a fechar. Uma das próximas a fechar é a icónica Pastelaria Suiça no Rossio. A Pastelaria Suiça é quase centenária já que foi fundada em 1922. Segundo parece, todo o quarteirão onde se situa a referida pastelaria foi comprado por um fundo imobiliário. Não acredito que este estabelecimento estivesse a ter prejuízo. Se estava sempre cheia antes, agora com tanta gente pelas ruas, deveria estar a abarrotar. Os preços não eram muito convidativos para a carteira de muitos portugueses, é uma verdade, mas já se sabe que há que pagar o enquadramento. Quando tomamos um café ou uma refeição com vista para o mar também se paga mais. Não será o único estabelecimento de Lisboa a fechar portas mesmo com a aprovação pela Câmara de mais 44 lojas classificadas como "Lojas com história" o que lhes confere uma maior defesa contra o encerramento. Mas há factores que não se conseguem ultrapassar. Se os proprietários já não quiserem continuar, por exemplo, pouco se pode fazer.

Na altura das Marchas Populares, também foi dito que a maioria dos participantes já não moram nos bairros típicos pelos quais concorrem. Também em Alfama fechará a última mercearia típica que ainda resiste. O prédio está degradado, é certo mas foi comprado, adivinhem lá, por um estrangeiro.

Dentro de pouco, Lisboa perderá tudo o que é típico, perderá a sua principal riqueza, os lisboetas, perderá os turistas porque se tornará numa cidade igual a todas as outras. Acontecerá a tal gentrificação, esse palavrão que entrou no nosso vocabulário.

Lisboa já começa a deixar de ser a minha cidade.

16
Jun18

Impróprio para cardíacos 🇵🇹🇵🇹🇵🇹

Charneca em flor

Ontem foi o primeiro jogo da Selecção Portuguesa no Mundial da Rússia. Chegamos com o título de Campeão Europeu e um 3o lugar na Taça das Confederações, embora nesta competição não se tenham esforçado muito. A probabilidade de chegarmos à final desta vez é bem menor do que no Europeu. Desta vez o Fernando Santos ainda não se pronunciou sobre a data da viagem de volta. Homem inteligente. 

O primeiro jogo adivinhava-se difícil já que era contra a excelente equipa da Espanha. Uma grande parte dos jogadores conhecem bem a nossa jóia da coroa, Cristiano Ronaldo, uma vez que ou jogam na mesma equipa ou jogam muitas vezes contra ele. O duelo ibérico foi impróprio para cardíacos. Começámos cheios de força a marcar um pênalti (marcado por CR 7) que os espanhóis consideram discutível. Nuestros Hermanos conseguem empatar com um golo que os comentadores dizem que foi ilegal. Portugal (CR 7 outra vez) marca outra vez, com a ajuda do guarda-redes espanhol. Na 2a parte, os espanhóis conseguem a remontada marcando 2 golos e quase no fim, Cristiano Ronaldo faz um hat-trick através de um livre absolutamente fenomenal. 

ronaldo_festejo_terceiro_golo_portugal_espanha_mun

 

Há quem diga que o resultado foi Cristiano Ronaldo 3 - Espanha 3. Não é justo porque ele não joga sozinho, quando fala, como bom capitão, fala no colectivo e ele só marca porque a bola chega até ele. A Espanha mostrou ser uma equipa muito forte tanto tecnicamente como anímicamente. Não se notou que mudaram de seleccionador a 2 dias do primeiro jogo. Por muito que custe, foram melhores do que a nossa equipa e são um sério candidato à vitória. 

Para a próxima vez, é melhor o Fernando Santos convocar a Brites de Almeida, Padeira de Aljubarrota. Qual Pepe de saias, ela seria uma grande ajuda na defesa.

padeira-de-aljubarrota-e1480333216615.jpg

 

19
Set17

Cuidado com a relva

Charneca em flor

As redes sociais, esses arautos dos bons costumes dos tempos modernos, arranjaram um novo alvo. Por estranho que pareça ainda há pouco tempo, toda a gente andava doida por esta personalidade ter escolhido Portugal para viver. Falo da Madonna. Pois que as redes sociais, os jornais, as televisões transformaram em notícia tudo o que a Madonna postava no Instagram. E uma grande parte dos portugueses inchou de orgulho. Pois que ela andava a cavalo na Comporta, pois que ela almoçava com o Nuno Gomes, pois que ela visitava o Mosteiro dos Jerónimos, pois que ela vai ouvir Fado ou Morna na Mouraria e por aí fora. 

madonna-3.jpg

 

Mas, há sempre um mas, nem tudo são rosas. Primeiro foi a Madonna que se queixou da burocracia em desalfandegar uma encomenda. Agora são as tais das redes sociais que se ofenderam com a publicação em que se vê os filhos a correm pela relva do Palácio de Seteais mesmo ao lado de uma placa que informar que isso não é permitido. Também achei que ela devia dar o exemplo e não escarrapachar os disparates das crianças no Instagram. Como mãe, a sua preocupação deveria ser ensinar a respeitar o património comum. No entanto também não acho que é caso para cruxificar a cantora e dizer, como já li, se era para isto ela que ficasse lá pelos EUA.

São crianças, senhores, são crianças. Quem é que nunca fez qualquer coisa proibida, como pisar a relva, conduzir acima do limite de velocidade, estacionar onde era proibido, tirar fotografias em monumentos onde não é permitida? Quem nunca fez nenhuma destas coisas que atire a primeira pedra. Deixem lá as crianças serem felizes e um bocadinho rebeldes.

Por mim, a Madonna não se ia embora só por causa disto. Podia era fazer um donativo ao Palácio de Seteais para ajudar a cuidar da relva. Ficava-lhe bem.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Blogs de Portugal