Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

O Voo da Garça

Sonhos, desejos, opiniões, instantes da vida diária...

19
Abr21

The Voice Kids...terminou.

Charneca em flor

Ontem terminou o The Voice Kids com a vitória do jovem Simão Oliveira. Este adolescente chamou a atenção desde o início pelo seu estilo tão diferente de um adolescente típico. A boina é a sua imagem de marca e o fado o seu estilo musical preferido. Embora se trate de uma criança, a internet está cheia de comentários desagradáveis acerca deste vencedor. Infelizmente.

transferir.jpeg

Simão Oliveira e o seu mentor Fernando Daniel 

Só comecei a acompanhar este formato televisivo desde a última edição de adultos a qual foi conquistada pelo jovem alentejano Luís Trigacheiro. Na altura também li alguns comentários menos bons sobre ele o que me inspirou a escrever este post. Há poucos dias, Luís Trigacheiro lançou o seu primeiro single com uma  música inédita que partilho hoje no meu outro blogue, Livros de Cabeceira e outras histórias. Ontem o músico também apresentou esta música na final do programa

Continuo a achar que há demasiados programas de talentos mas há que reconhecer que dão bons momentos televisivos. Não deixa de ser uma excelente montra que pode servir de trampolim para uma carreira se os artistas continuarem a trabalhar e se tiverem, também, alguma sorte. Por exemplo, Bárbara Tinoco nem sequer passou das Provas Cegas (a primeira fase do programa) e, hoje, a sua carreira como cantautora está em plena ascensão. E não faltam exemplos de músicos que passaram por vários programas de talento e conseguiram construir uma carreira, mais tarde ou mais cedo, como sejam Sara Tavares, João Pedro Pais, Carolina Deslandes ou Fernando Daniel. Aliás, este último é a primeira pessoa a ganhar o The Voice como participante e como mentor do The Voice Kids.

Na final do The Voice Kids, a minha concorrente preferida era a Aurora, uma miúda também com um estilo alternativo mas em sentido diferente do vencedor. Também gostava muito da Rosa que chegou à semi-final mas toda a edição do The Voice Kids foi recheada de crianças e adolescentes com muito talento e com uma grande intuição musical. Se a música fará parte das suas vidas, o futuro dirá.

05
Jan21

Há cultura de esquerda e de direita?!

Charneca em flor

Nunca tinha acompanhado o programa de talento vocal da RTP1, The Voice Portugal. Por vezes via alguns momentos durante a hora de almoço porque tenho colegas que costumavam assistir.

No passado domingo terminou a última edição e eu vi quase todos os programas. O vencedor, Luís Trigacheiro, chamou-me logo a atenção na Prova Cega quando cantou, com emoção, a música "As Mondadeiras". Ao longo das semanas, foi sempre um dos meus favoritos embora reconheça que ficaram pelo caminho excelentes vozes. Como é óbvio, fiquei muito contente pelo jovem alentejano ter vencido.

image001.jpg

Luís Trigacheiro e Marisa Liz, a sua mentora

 

Logicamente, não se pode agradar a toda a gente e o sistema de escolher o vencedor por votação telefónica pode ser injusto. É possível que ganhe o concorrente mais popular, ou que consiga mobilizar mais pessoas, e que a melhor voz seja derrotada.

É compreensível que os fãs dos outros concorrentes reajam mal à derrota do seu ídolo. Vi comentários muito desagradáveis nas redes sociais. Mas o que me incomodou mais foi ter lido que Luís Trigacheiro é simpatizante do partido "Chega" e que era inadmissível que um fascista ganhasse a competição.

Não faço ideia de quais são as opiniões políticas deste rapaz mas também não tenho a certeza que isso importe. Não acompanho essa suposta simpatia por tal partido, antes pelo contrário, mas isso em nada influencia o meu gosto musical.

Aqui há tempos também houve um grande alarido porque Samuel Úria ter sido um dos signatários de uma carta aberta da Direita Portuguesa contra o mesmo partido. Nessa altura deu-se mais importância ao facto do músico ser de Direita do que ao conteúdo da carta.

Será que temos que elaborar as nossas preferências culturais consoante a postura política dos agentes culturais? Se um músico, um escritor ou um actor for de direita ou de esquerda, isso determina se tem mais ou menos talento? E isso influencia o nosso gosto pessoal?

Já pensaram sobre isto?!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Vale a pena espreitar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Blogs de Portugal

Em destaque no SAPO Blogs
pub